Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Vendas do varejo sobem 6,7% em 2011

redacao 14/02/2012
redacao 14/02/2012

 As vendas do comércio varejista restrito subiram 0,3% em dezembro ante novembro do ano passado, na série com ajuste sazonal, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (-0,80% a 0,90%), com mediana de 0,0%.

Na comparação com dezembro de 2010, as vendas do varejo restrito tiveram alta de 6,7% em dezembro de 2011. Nesse confronto, as projeções variavam de 4,70% a 7,50%, com mediana de 6,25%.

Isso conduziu a um aumento de 6,7% nas vendas do comércio varejista restrito em 2011. O desempenho anual ficou no teto do intervalo das projeções (6,50% a 6,70%), com mediana de 6,60%. Em 2010, as vendas no varejo restrito haviam registrado recorde de alta, com aumento de 10,9%.

O volume de vendas do varejo ampliado – que inclui as atividades de veículos e motos, partes e peças e material de construção – registrou alta de 1,6% em dezembro contra novembro, segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada hoje pelo IBGE. A alta do varejo ampliado ficou acima das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções (-0,30% a 1,20%), com mediana de 0,60%.

Na comparação com dezembro de 2010, houve alta de 4,3%. Nesse comparativo, as vendas ficaram acima da previsão, que era de expansão de 0,58% a 4,10%, com mediana de 2,70%. Isso conduziu a um aumento de 6,6% nas vendas do varejo ampliado em 2011. A taxa anual ficou acima do intervalo das projeções (6,17% a 6,50%), com mediana de 6,40%. Em 2010, o comércio varejista ampliado subiu 12,2%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.