Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Vendas dos supermercados em junho aumentaram em relação ao mesmo mês do ano passado

redacao 01/08/2012
redacao 01/08/2012

As vendas nos supermercados em junho registraram alta de 6,68% na comparação com o mesmo período do ano passado. Mas recuaram 5,47% em relação a maio. Os dados são do Índice Nacional de Vendas divulgado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). No acumulado do ano, o resultado também é de alta com taxa de 6,79%.

O presidente da Abras, Sussumu Honda, disse que no primeiro trimestre, especialmente, nos meses de fevereiro e março, as vendas aumentaram acima das expectativas do setor como efeito do aumento do salário mínimo.”Só que o efeito cíclico vai ao longo do tempo perdendo força”. Além disso, ele considera que o consumo já reflete o comprometimento da renda da classe média, mais endividada e até mesmo a correção de alguns produtos.

A pesquisa também mostrou que o valor da cesta AbrasMercado subiu 0,33% entre maio e junho, passando de R$ 319,15 para R$ 320,20. Esse percentual de alta ficou bem acima da taxa oficial de inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para o mesmo período, de 0,08%.

Nos últimos 12 meses, a cesta ficou 7% mais cara. Entre os itens que mais pressionaram o valor da cesta, em junho, estão a batata (29,55%), o tomate (16,69%) e o ovo (3,56%). Honda alertou que o valor da cesta pode sofrer impactos vindos do aumento de preços das comomodities (produtos primários com cotação internacional), basicamente, a soja e o milho, cujos preços estão em alta por causa da quebra de safra nos Estados Unidos. “Essa situação não estava em nosso radar”, disse.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.