Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Vestuário teve a maior variação positiva do IPC-S

redacao 16/05/2012
redacao 16/05/2012

 O grupo Vestuário foi o que apresentou a maior variação positiva no resultado do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) na segunda quadrissemana de maio, encerrada na segunda-feira, informou nesta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A sondagem do último dia 7 havia registrado 0,43% para Vestuário, alta que passou para 0,53% na apuração divulgada nesta quarta-feira. O grupo Habitação variou de 0,41% para 0,47% no período.

Entre as variações negativas nos grupos do IPC-S no período, destaque para Comunicação, que recuou de 0,01% para -0,21%, e Educação, Leitura e Recreação, que passou de 0,37% na sondagem anterior para 0,15% na leitura divulgada hoje pela FGV. Os outros três grupos que registraram baixa na segunda quadrissemana foram Saúde e Cuidados Pessoais (de 1,08% para 1,04%), Transportes (de 0,24% para 0,21%) e Despesas Diversas (de 4,24% para 4,12%).

Dos itens analisados, o cigarro novamente foi destaque, mas desta vez com variação menor do que a verificada na sondagem anterior, de 11,01% na primeira quadrissemana para 10,42% na segunda. Entre os itens com maiores influências negativas, destacaram-se o mamão papaia (de -4,93% para -14,09% no período) e passagens aéreas (de -2,78% para -4,36%).

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.