Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Someday

Após seis meses da compra, Someday já somava 11 novas lojas e aumento de 11% na base de franqueados

Por Mônica Pupo 28/08/2013
Someday
Por Mônica Pupo 28/08/2013

Assumir o comando de uma empresa em funcionamento há 12 anos não é tarefa fácil. Ainda mais se ela pertencer a um setor tão dinâmico e competitivo como o de moda feminina. Pois foi este o desafio aceito pelos empreendedores Flávio Soares e Emerson Baliza ao adquirirem o Grupo Someday em abril de 2012. Ex-profissionais do mercado de tecnologia da informação, eles ousaram ao apostar em um segmento tão diferente do que estavam acostumados. Para ajudar, contam também com o reforço de Ana Paschoali Baliza, esposa de Emerson e designer de moda com mais de 15 anos de experiência e passagens por marcas como Oakley.

Menos de seis meses após a compra da empresa, o grupo já somava 11 novas lojas e aumento de 11% na base de franqueados. “Queremos crescer 20% nos próximos dois anos, aumentando a quantidade de franquias e o número de lojas próprias, além de ampliar nosso time de funcionários”, planeja o presidente Flávio Soares.

Fundada em 1997 em Santa Catarina, a Someday surgiu com foco no público feminino com idades entre 25 e 35 anos. Como tantas outras marcas semelhantes, nos primeiros anos a grife disputou espaço nas araras das lojas multimarcas. Em 2000 o grupo já somava três lojas próprias e exclusivas. No início de 2002, o fundador João Sérgio de Castro Leal começou a expansão por meio de franquias. Em 2007, a empresa enveredou por um novo nicho de mercado com a criação da Pink Lou, marca dedicada ao público adolescente que trilhou os mesmos passos de sucesso da irmã mais velha.

Com planos de se aposentar após mais de duas décadas atuando no segmento de moda, em 2011 o fundador colocou a companhia à venda. Foi então que o carioca Flávio e o mineiro Emerson – que à época já morava em Florianópolis – enxergaram neste segmento uma excelente oportunidade de negócio. “Decidimos unir a minha experiência e a do Emerson em gestão de projetos com as habilidades específicas da Ana na área de moda”, diz Flávio. Desde abril de 2012 à frente das marcas, os empresários se dedicam integralmente ao negócio, que inclui a fábrica, três lojas próprias na capital catarinense e um time de 55 profissionais.

O processo de transição levou aproximadamente sete meses, período em que os empreendedores trabalharam lado a lado com o antigo proprietário. Foi um período de muitas adaptações e algumas dificuldades, sobretudo em lidar com a desconfiança dos colaboradores. “Essa mudança de gestão nunca é fácil, pois tivemos que vivenciar todos os problemas internos das equipes, incluindo a insegurança e o medo diante do que estava por vir e possíveis cortes no quadro de funcionários”, conta Flávio. Mas, na realidade, poucas mudanças foram feitas – pelo menos no que diz respeito à equipe. “Mantivemos praticamente toda a base da equipe, exceto por algumas pessoas que pediram demissão e alguns poucos ajustes, como a troca de estilista da Pink Lou”, exemplifica o empresário.

Se a equipe permanece praticamente igual, o mesmo não se pode dizer das estratégias de negócio. Uma das mudanças mais significativas, sem dúvida, foi a mudança da fábrica, que ganhou um novo endereço no município de Palhoça (SC). “Optamos por mudar a fábrica de local com o objetivo de melhorar o acesso e dar uma melhor qualidade de vida aos nossos funcionários, além do novo espaço permitir a futura ampliação das instalações”, conta Flávio.

A necessidade de mudança também surgiu com o crescimento das marcas e a criação da Bethsay, nova bandeira lançada em outubro do ano passado. Enquanto as franquias da Someday e Pink Lou vendem exclusivamente itens da grife que representa, nas lojas Bethsay será permitido não só explorar simultaneamente o mix de ambas as marcas, mas também agregar produtos de outros fornecedores. “Trata-se de um novo modelo de licenciamento de marca que identificamos e decidimos explorar, o que certamente ampliará a nossa presença em território nacional”, aposta o empresário. Até o momento o grupo já soma três lojas Bethsay em shoppings da capital paulista, além de mais duas no Rio de Janeiro e uma no Rio Grande do Sul.

Novas parcerias e a formação de profissionais e franqueados também estão entre as estratégias do grupo para estimular o crescimento das lojas. Por este motivo, em novembro do ano passado ocorreu o primeiro encontro de franqueados sob a nova gestão. “A Someday e a Pink Lou mudaram. Temos um novo modelo de gestão com um time altamente capacitado para atender nossos parceiros”, relata Flávio.

Atualmente presente no Sul, Sudeste e Nordeste, o Grupo Someday abrange oito estados, somando quase 30 lojas (somando as unidades da Someday e da Pink Lou) e mais de 200 pontos de revenda em todo o País. Os novos gestores pretendem ainda alcançar novas praças em todo o Brasil, transformando as grifes em marcas globais. “Não queremos ser apenas uma marca regional, e trabalhar com este modelo nos permitirá estimular a alta performance das lojas, alcançando em breve novas praças em todo o Brasil”, revela