A receita que o Brasil precisa

O Brasil vai superar a atual crise econômica. É uma questão de tempo. Mais cedo ou mais tarde o crédito volta ao normal, o setor industrial volta a produzir melhor e o consumo retoma seus níveis históricos com mais crédito barato. Mas isso não garante um crescimento sustentável, que tire o país da forte dependência da saúde econômica internacional.
É preciso consolidar uma sintonia entre a produção de conhecimento científico e a produção tecnológica. E isso já está acontecendo. Não nas grandes indústrias como se poderia imaginar, mas a partir das startups, empresas nascentes que estão levando inovação a empresas maiores com as quais trabalham e assessoram.
Na matéria de capa desta edição, estamos publicando cases de startups que mostram como estão usando a força transformadora da tecnologia em apoio aos negócios. Esse modelo de geração de valor, cujos resultados são aumento de faturamento com baixo custo, é o exemplo que precisa ser seguido pelas grandes organizações para que o desenvolvimento decorra das boas ações do empreendedorismo; e não de pedidos de socorro ao governo. É preciso avançar para transformar trabalho em dinheiro. E disso as startups entendem bem.
Boa leitura!
Euclides Lisboa
editor-chefe

Assine a revista