Recupere o fôlego

O mês de dezembro agora é o momento de respirar fundo, recuperar o fôlego e pensar em 2018. Não foi fácil pra ninguém, a exemplo de 2016.

Estes dois últimos anos colocaram em prova toda a capacidade do empreendedor de gestão, de negociar e de simplesmente manter em pé a sua empresa, não fechar as portas. A forte crise econômica, com juros altos, a falta de crédito, além da histórica burocracia e da infinidade de impostos, juntou-se à crise política, com troca de presidente da República e níveis de corrupção jamais vistos no país. Tudo isso criou um clima de incerteza que afetou todos os negócios do país.
Vamos entrar em 2018 ainda com incertezas pela frente, pois teremos novas eleições presidenciais. Mas a economia já dá sinais de recuperação, com queda da inflação e dos juros.
Vale a pena ainda ser otimista com o Brasil. O país precisa e pode produzir de tudo, desde alfinetes até tratores e aviões. Acreditamos e apostamos nos negócios criativos, inovadores e rentáveis e vamos estar sempre ao lado do empreendedor brasileiro.

Boa leitura e bons negócios!
Acari Amorim
editor-chefe

Assine a revista