Solução pelos dados

O lado bom da recessão, se é que pode se chamar assim, é que ela fomenta o debate sobre as saídas para a crise. Além das soluções tradicionais da política econômica, como o controle dos gastos públicos e a criação de instrumentos para o aumento da produtividade, o Brasil vai se dando conta de que precisa avançar tecnologicamente para enfrentar uma concorrência mundial cada vez mais sofisticada.
A ordem atual é reduzir custos, produzir mais e mais barato. Mas esse objetivo pode cair apenas nas boas intenções, se o país continuar mal colocado no quesito de ciência e tecnologia. No entanto, existem iniciativas capazes de dar um grande suporte para que os números da economia melhorem. Um desses é o Big Data, que significa o imenso volume de dados que impactam os negócios no dia a dia e que, se bem manipulados, resultam em poderosos insights que levam a melhores decisões e direções estratégicas de negócios. O importante não são os dados em si, mas o que as empresas podem fazer com eles.
Nesta edição, estamos destacando um dos pioneiros no desenvolvimento das soluções em Big Data no país, o catarinense Jaime de Paula. Em 2002, criou a Neoway, empresa exemplar na área, que vem desenvolvendo um nicho de mercado que não pode mais ser ignorado pelos empresários que precisam de soluções eficazes para tocar seus negócios. Egresso do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Santa Catarina, Jaime de Paula pode ser considerado um visionário numa área que lidera o rol das iniciativas para modernizar a economia nacional e torná-la mais resistente às crises.
Boa leitura!

Assine a revista