Daniel Cardozo Ju­nior

Aos 19 anos de idade, a Víqua se reinventa para atender ao mercado de uso racional de água e seguir crescendo

Raquel Rezende 23/09/2014
Raquel Rezende 23/09/2014

por Raquel Rezende (raquel@empreendedor.com.br)

Sob o comando de Daniel Cardozo Ju­nior desde 2003, a Víqua, fabricante de pro­dutos para banheiro, cozinha, área de servi­ço, irrigação e jardim, com sede em Joinville (SC), completou 19 anos em fevereiro deste ano. A empresa, que expandiu seu fatura­mento em 29%, em 2013, e planeja atingir a meta de 45% até final de 2014, foi fundada em 1995 por Daniel Alberto Cardozo, pai de Cardozo Junior. Cerca de 10 anos depois, ino­vou o ramo ao utilizar o tipo de plástico ABS na fabricação de torneiras, sendo a primeira empresa no mercado nacional a fazer tornei­ras com o material. Agora, em 2014, a Víqua apresentou ao mercado duas novidades: uma linha de torneiras em metal e uma linha de chuveiros elétricos, em uma estratégia de diversificação de negócios da companhia.

Engenheiro mecânico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Cardozo Junior, desde que assu­miu a gerência de produção, no ano 2000, tentou ser um exemplo aos demais profis­sionais da equipe, transmitindo um com­portamento que ele queria ver refletido no time e engajando as pessoas em sua causa. Atualmente, o empresário tem a intenção de diversificar os negócios para atender a uma carência de boas soluções para o uso racional da água nas residências. Com essa proposta, Cardozo Junior planeja dobrar a empresa em um período de três anos e, para garantir um crescimento sólido e sus­tentável, novas ferramentas de gestão estão sendo adotadas. Uma delas é o funciona­mento de um modelo de unidades de negó­cio que subdivide a empresa por área, linha de produto ou segmento de mercado. As unidades são autônomas e os resultados são gerenciados como se fossem uma empresa independente, com gestor, receitas, despe­sas, investimentos e estratégias específicas.

Nesse modelo, os gestores das unida­des devem acompanhar todo o processo de sua área, sendo responsáveis por elabo­rar e monitorar o planejamento estratégico, criar o plano de negócio da unidade, es­truturar e gerir seus processos específicos, desenvolver alianças e parcerias estratégicas e fazer o plano de investimento e monitora­mento de viabilidade técnica e econômica. Cardozo Junior explica que a administração de empresas por este modelo requer um alto nível de profissionalização e possibilita uma atuação mais estratégica, com uma ges­tão mais focada nas necessidades e mudan­ças do mercado. Esse novo direcionamento inserido no planejamento estratégico, ado­tado este ano, é um modelo mais eficiente, voltado a atender especificamente à neces­sidade do mercado por segmento – um pla­nejamento mais forte do que os anteriores, mais consistente, com foco em resultado. “Os gestores ‘brigam’ pelo resultado e, como consequência, ocorre uma maior co­brança das áreas de suporte para melhorias cada vez mais satisfatórias. Seguimos de olho nos indicadores para que nossos pro­dutos tenham maior qualidade e sejam cada vez mais valorizados no mercado.”

O olhar da empresa agora está voltado ao aprimoramento dos produtos dentro das linhas de torneiras metálicas e de chuveiros elétricos. As torneiras da marca, por exem­plo, são acompanhadas por arejador, que tem a função de proporcionar economia de até 50% de água, oferecendo, de acordo com Cardozo Junior, a melhor relação custo-benefício do mercado, além de assegurar 12 anos de garantia de fábrica. A outra aposta da empresa é a linha de chuveiros elétricos. O modelo fabricado é o Comfort 4T, que possui quatro temperaturas e três potências. Em dezembro de 2013, a Víqua assumiu o controle de uma fabricante de chuveiros de Timbó (SC), incorporando know-how para ingressar neste segmento. “Dessa forma, continuaremos a crescer, visando à contínua busca pelo aperfeiçoamento e proporcio­nando aos clientes produtos cada vez mais inovadores para o uso racional da água”, afir­ma Cardozo Junior.

O empresário avalia que nos 19 anos da empresa foi possível crescer todos os anos acima do mercado. E isso aconteceu, segundo ele, porque a empresa construiu uma equipe de trabalho eficiente e teve agi­lidade e humildade em reconhecer que era necessário mudar para criar mais um ciclo de forte crescimento. Para o empresário, isso acontece quando se cria condições de de­senvolvimento pessoal e profissional dentro da organização, trazendo resultados que vão além do ambiente de trabalho, beneficiando a vida das pessoas em vários segmentos. A Víqua investe em cursos, treinamentos e bol­sas de estudo, promovendo a capacitação e valorização dos funcionários. Atualmente, a empresa tem 600 colaboradores, além dos 130 vendedores espalhados pelo País.

Na visão de Cardozo Junior, o empreen­dedor, para ser bem-sucedido, deve acredi­tar em si, em sua equipe e em seu negócio, mas não deve ser arrogante. Procurar fazer algo que goste, dedicar-se de coração e alma, ter humildade para aprender sempre e com qualquer pessoa, buscar a perfeição dos produtos e ser exemplo de bom caráter e comportamento a todos são outras ações que Cardozo Junior conta que aprendeu na vida como empreendedor. “Não parece fácil e realmente não é, mas vale a pena.”

 

2 Comentários

  • alexandra23 de setembro de 2014

    Perfeito, que visão!! Um exemplo a ser seguido por iniciantes na arte de administrar (como eu),o mais puro significado da Gestão Estratégica, atentar-se para os ambientes interno e externo da organização sem arrogância e com muita sensibilidade!!!

  • Giuseppe10 de agosto de 2015

    Interessante comentario aqui assima, pena que inviei para aViqua as fotos de un novo tipo de chuveiro com comando eletronico e nem tive resposta, nem pra saber como funciona!
    Estamos falando de un novo aparellho que garanta a plena segurança de quem faz o banho sem pegar choque……que pena……acredito que a verdadeira concorrencia aos produtos da china seja garantir aqualidade dos produtos oa consumidor ,isso no breve periodo faz abaixar os ganhos da impresa porèm no lungo periodo faz ganhar às impresas um forte colocamento no mercado ….. veja….APLE….

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.