Abandonei negócio de 18 anos para investir em microfranquia

Karime de Cássia Abbud 17/09/2019
Karime de Cássia Abbud 17/09/2019

“Nunca é tarde para recomeçar”! Para algumas pessoas essa frase passa certos resquícios de medo, para outras, assim como eu, motivação e oportunidade. Meu nome é Karime de Cássia Abbud, tenho 43 anos e há um ano larguei meu próprio negócio que administrava há 18 anos no mercado financeiro para investir em uma microfranquia do mesmo segmento em Pontal (SP).

Minha maior motivação foi a possibilidade de aderir mais produtos e o suporte oferecido no sistema do franchising. Meu antigo negócio oferecia apenas consignado e, por isso, não tinha rentabilidade, eu ficava presa nisso e sempre me perguntava se era possível encontrar mais clientes através de outros serviços ligados ao setor financeiro. Fora isso, eu sentia falta de uma orientação mais assertiva sobre os caminhos e decisões a serem tomados. E analisando essas, que eram as minhas principais dúvidas, eu cheguei até o franchising.

Entre as opções disponíveis no mercado, optei pelo Banneg – Banco de Negócios (franquia especializada em soluções financeiras). Na época analisei e vi que a marca oferecia ao mercado mais de 10 opções de serviços, como: crédito pessoal; capital de giro; financiamentos; consórcios (imóveis, veículos e prestação de serviços), crédito rural, máquina de cartão, placas solares, entre muitos outros, e ainda, com uma estrutura que garantia as melhores negociações.

Além disso, achei o valor de investimento muito atrativo (principalmente em comparação ao que havia pesquisado no mercado): R$33.900! Não demorei e logo investi.

Alternativa rentável

A minha unidade tem como carro chefe o crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS, mas agora encontro outras oportunidades. Às vezes o cliente não quer consignado, e eu posso oferecer outro produto. Ele não sai daqui de mãos vazias. É corriqueiro oferecermos um refinanciamento de veículos, por exemplo. Nós temos a oportunidade garantir um cliente, e ele sai daqui com uma solução.

Além disso, com o respaldo e suporte que recebo, eu consigo me posicionar melhor no mercado. Tenho à disposição um time de profissionais do Banneg que me oferecem estratégias e ideias direcionadas, e assim, consigo fortalecer o meu desempenho. Se antes essa era uma das minhas maiores preocupações, hoje vem sendo minha um grande ponto de satisfação.

Interior

Moro em uma cidade com 40 mil habitantes, e eu passava por uma situação um tanto quanto chata quando tinha meu negócio próprio: “a vergonha”, acredita?. Mas eu explico! Quando eu tinha a empresa, eu notava que muitas pessoas tinham vergonha até mesmo de dizer que estavam lá, quem dirá entrar. Isso porque muitos clientes ficavam constrangidos em serem vistos por outras pessoas entrando lá e, então, ficarem com a fama de que estavam “devendo na praça”.

Essa situação é muito corriqueira em cidade pequena. Vivenciei isso por muitos anos. Quando eu trouxe o Banneg para cá, vi que houve uma mudança no comportamento do consumidor. O nome da marca por si só já cria credibilidade, porque você já não é apenas um iniciante, ou uma marca a mais, você representa uma empresa conhecida e de nome no mercado.

Outro ponto é que o Banneg oferece vários serviços, as pessoas entram aqui tranquilas, porque muitos podem imaginar que elas querem investir em algo, comprar um carro, por exemplo. Pode parecer um detalhe, mas fez muita diferença aqui pra mim. Consigo atrair mais cliente, me posicionar melhor.

Com essa mudança de vida, hoje meu faturamento cresceu mais de 20% do que eu tinha com o negócio anterior. Agora a expansão é a palavra de ordem. Além de conquistar novas unidades, eu sonho em me tornar uma máster franqueada e aumentar ainda mais meus rendimentos.