Arquiteta especialista em neuroarquitetura

Descubra como projetar ambientes que estimulem a qualidade de vida, o foco e concentração, a produtividade, fechamento de negócios e aumento de vendas

Redação 11/12/2019
Redação 11/12/2019

Você sabia que os ambientes (escritórios, lojas, co-workinghome office, hospitais, escolas/universidades) que uma pessoa frequenta impactam diretamente no cérebro?

Isso influencia na qualidade de vida, bem como na produtividade e na concentração. Algumas doenças podem inclusive ser desenvolvidas pela falta de cuidado no projeto arquitetônico de uma empresa. 

Cores, iluminação, mobiliários, presença ou não de vegetação, etc, são alguns fatores que contribuem para o colaborador se sentir bem e render mais, caso contrário, poderá ser afetado, assim como sua saúde e seu desempenho. 

 

Priscilla Bencke atua justamente nessas áreas e pode falar sobre as seguintes pautas: 

 

– O poder dos elementos naturais no ambiente corporativo;

– Ambientes hospitalares: como o ambiente bem projetado impacta na recuperação de pacientes e qualidade de vida dos profissionais

– Escolas e universidades: como o ambiente bem projetado impacta no desempenho dos estudantes e professores

– Por que escritório estiloso não funciona para todos? 

– O modelo de escritórios do Google pode ser usado por qualquer empresa?

– Como projetar um co-working que estimule o networking, a concentração, bem-estar e produtividade

– Como projetar um home office que estimule o foco, produtividade e bem-estar 

– Como projetar uma loja que estimule o bem-estar nos clientes e auxilie no processo de vendas

– Como projetar espaços que favoreçam o fechamento de negócios

– Como hotéis podem se beneficiar da neuroarquitetura para ter um melhor desempenho e oferecer bem-estar aos profissionais e hóspedes  

– Funcionários que trabalham muito tempo em pé ou sentado: alternativas de projetos para ambientes corporativos saudáveis 

– Plantas aumentam produtividade no ambiente de trabalho;

– Modelo ideal de design de escritório para aumentar o bem-estar e a saúde dos funcionários;

– Qualidade corporativa: como um ambiente bem pensado pode estimular a criatividade e produtividade;

– Postura no trabalho e a sua importância para a qualidade de vida;

– Influência das cores no ambiente de trabalho;

– A importância da vegetação nos locais de trabalho;

– Como a iluminação pode afetar os funcionários;

– Ergonomia nos projetos corporativos;

– Como melhorar a produtividade do funcionário através da neuroarquitetura.

O que acha de produzir uma pauta sobre um desses assuntos?


Caso tenha interesse de fazer uma dessas pautas, estamos à disposição para você agendar uma entrevista com a arquiteta Priscilla Bencke.