Asaas compra fintech Code Money e quer ser “super app” para empreendedores

Esta é a segunda aquisição da empresa fundada por Piero e Diego Contezini (foto), que atende mais de 80 mil pequenos negócios no país e deve anunciar novo investimento em breve.


A fintech catarinense Asaas anunciou hoje (13) ao mercado a aquisição da startup CodeMoney, com sede em Florianópolis e que desenvolveu uma carteira digital para pessoas físicas com foco em transações financeiras, transferências
peer to peer e financiamento de boletos. 

O valor da transação não foi divulgado, mas o foco da aquisição é desenvolver novas soluções financeiras tanto para micro e pequenos empreendedores quanto para o consumidor final. A aquisição da Code Money é a segunda realizada pelo Asaas em 2021. Em maio, a empresa anunciou a compra da startup curitibana Base ERP, que fornece software em nuvem também direcionado a PMEs.  

Em 10 anos de mercado, o Asaas sempre teve como foco os pequenos negócios, mas agora quer se tornar um “super app” de gestão financeira e ampliar a oferta de serviços aos mais de 80 mil usuários, que estão em cerca de 2 mil cidades do país. Uma destas novidades é o financiamento de cobranças para os usuários finais, ou seja, quem paga os boletos e cobranças emitidos pelos clientes da plataforma

“Esse modelo de negócios está em ascensão em todo o mundo e, apesar do grande potencial de crescimento no Brasil, ainda não é muito explorado por aqui. Queremos aproveitar essa oportunidade e dar início ao movimento, oferecendo crédito aos milhões de pagadores que acessam o Asaas mensalmente”, enfatiza o CEO Piero Contezini. A empresa deve anunciar em breve um novo aporte de capital, para suportar o crescimento previsto para os próximos anos – em 2021, a meta é ultrapassar o volume de 100 mil clientes e R$ 6 bilhões transacionados pela plataforma. 

A Code Money foi fundada em 2017, na cidade de Brusque (SC), e se mudou para a capital catarinense Florianópolis em 2019 por questões estratégicas e de capital intelectual. Além dos fundadores, a empresa também tinha sete acionistas minoritários, provenientes de duas rodadas de investimento, que tiveram sua participação comprada durante a aquisição. Um deles também era investidor do Asaas, o que colaborou com o processo de compra. 

Com a compra, a Code Money passa a ser um produto dentro da operação Asaas e deverá ganhar um novo nome e posicionamento nos próximos meses. Os fundadores, Júnior Beltrão e Thuran Crespi, passam a integrar o quadro de executivos e acionistas da fintech. 

Formado em Marketing, pós-graduado em Gestão Estratégica, doutor em Antropologia e sócio de uma agência de publicidade catarinense, Beltrão assume a Diretoria de Marketing do Asaas. Já Crespi ficará na liderança técnica do produto Code Money, com o objetivo de utilizar a infraestrutura de BaaS (Banking as a Service) do Asaas para gerar mais funcionalidades aos usuários.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de: