Chat-commerce garante interatividade virtual e revoluciona as vendas online

Rodrigo Ricco CEO da Octadesk

 

*por Rodrigo Ricco, CEO da Octadesk

Se por um lado a pandemia trouxe inúmeros desafios, por outro gerou muito avanço tecnológico. Com os estabelecimentos fechados, novos jeitos de comprar surgiram e, com o tempo, as ferramentas ganharam forma e adaptações para a nova realidade. Nesse cenário, o modelo de venda chat-commerce, que pode ser traduzido para o português literal como comércio por conversa, conquistou os brasileiros.

A ferramenta funciona em uma comunicação estratégica dentro do negócio e realiza  vendas por meio do chat em diferentes plataformas, como WhastApp, Instagram, site ou até mesmo pelo Facebook Messenger. A solução garante interações rápidas, envio de catálogo de produtos disponíveis, esclarecimento de possíveis dúvidas de forma ágil, realização de possíveis negociações, além da finalização da venda com envio de link ou outras informações para pagamento.

A pandemia mostrou que é possível resolver muitas tarefas de qualquer lugar do mundo. E por isso, a tecnologia chega para atender o consumidor 5.0, um perfil totalmente digital que não quer interromper sua rotina para entrar em contato com uma marca, independente do motivo. Um levantamento realizado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) mostrou que o Brasil chegou a 250,1 milhões de acessos móveis em outubro de 2021. E isso me faz pensar: “se as pessoas já utilizam esses canais para interagir com amigos e familiares, então por que não aproveitar que eles estão lá e realizar transações comerciais?”.

Esse foi o caso da Velocità, uma loja especializada em produtos esportivos que  atua no mercado há mais de 10 anos. Com o aumento das vendas no comércio digital, eles entenderam que a operação precisava ser otimizada. Após a implantação do chat commerce, os vendedores ganharam tempo para agir estrategicamente e iniciar a técnica de venda ativa. O resultado da mudança no final do mês? Um aumento de 15% nas vendas no digital e padronização na qualidade no atendimento. No interior de São Paulo, a WLS Soluções viu seus clientes migrando rapidamente para um novo canal. Com isso, cerca de 95% dos atendimentos da operação estavam sendo realizados pelo WhatsApp e o chat commerce foi a chave para otimizar a mão de obra da empresa. Tudo isso contribuiu para que a empresa aumentasse cinco vezes a sua base de clientes, reduzindo os indicadores de tempo de espera e aumentando a quantidade de atendimentos realizados por dia. Com isso, vemos exemplos reais que alavancaram suas receitas e potencializaram o tempo da equipe de vendas, que agora pode se dedicar para outras atividades entre uma conversa e outra.

Para comércios com mais de uma unidade ou redes de franquias, o chat commerce consegue, por meio da geolocalização, identificar a loja mais próxima do cliente e encaminhar a demanda garantindo um atendimento mais eficiente. Ou seja, o chat-commerce aproxima clientes e empresas, e faz com que a comunicação seja ainda mais fluida e efetiva, garantindo uma melhor experiência durante toda a jornada do cliente.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Você também vai gostar de: