Cresce busca por soluções em nuvem – menores custos de implantação e manutenção

Aspect Brasil alavanca negócios por meio de canais, somando 40% na América Latina

Redação 05/01/2019
Redação 05/01/2019

A Aspect, empresa de origem norte-americana que oferece soluções para melhorar o relacionamento das empresas com os clientes, e com uma oferta de software para força de trabalho e back-office reconhecidas globalmente, aponta um crescimento de projetos em nuvem que hoje representam 30% dos negócios da empresa. Com mais de 15 anos de Brasil, a operação local encerra o ano de 2018 com crescimento contínuo por meio de negócios desenvolvidos a partir dos sete canais que operam em território nacional, dentre eles Comunike.me, Conjecto, Engineering, iLink Solutions, Invenit, IT Xperia e Teledata.

Em 2018, a Aspect atuou fortemente em parceria com os canais de vendas para ampliar e desenvolver novas frentes de negócios, reforçando principalmente as soluções de Autoatendimento e Ominicanalidade. O volume dos negócios no Brasil retomou a velocidade de crescimento a partir de 2017, com os objetivos já alcançados em 2018 e com um cenário positivo e acelerado para 2019.

“Nos últimos anos, a Aspect vem observando uma forte tendência à migração de clientes para soluções em Cloud, como decorrência da busca por menores custos de implantação e manutenção. Para nós, as soluções em nuvem já são uma realidade e representam, neste ano, o reflexo do crescimento da Aspect”, afirma Helder Cavalcanti, diretor comercial e responsável pela operação da Aspect no Brasil. O executivo ainda ressalta que o Brasil tem sido, nos últimos anos, o país que mais cresce na região, seguido do Caribe e México.

A Aspect já oferece soluções de atendimento multicanal, não somente nas mídias convencionais, mas também através das redes sociais por meio da plataforma CXP, que tem a capacidade de replicar a mesma URA em diferentes canais como Voz, Web mobile e SMS. Tradicionalmente, a Aspect é líder mundial de soluções de gestão e otimização de força de trabalho (Workforce Management – WFM/ Workforce Optimization – WFO) com 24% de market share no mundo. “Para 2019, já temos um projeto em parceria com a Callink no Brasil, e estamos muito confiantes de que mais negócios serão desenvolvidos com a solução de gerenciamento da força de trabalho”, comenta Cavalcanti.

Outro objetivo para o ano que se inicia é uma agenda intensa de treinamentos e capacitação dos canais de vendas em diversas regiões do país, com foco na revolução digital que, segundo o executivo “tem transformado instituições na área financeira, telecomunicações e indústrias em grandes provedoras de serviços”.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.