Faturava 15 mil antes da crise

Neila Martins 15/06/2020
Neila Martins 15/06/2020

Aos quase 55 anos, com o desemprego, eu e minha filha partimos para um negócio próprio como MEI, pois não tínhamos um grande capital.

Escolhemos limpeza e conservação de ambiente empresarial onde oferecemos a prestação de serviço diário/semanal ou mensal com pagamento mensalmente faturado ao cliente. Oferecemos a mão de obra e produtos de qualidade de acordo com a necessidade de cada um.

No início, fomos bem e em 4 meses estávamos com 13 clientes fixos e um faturamento mensal em torno de 15 mil uma despesa de 6/8 mil mês. Logo vieram os problemas do governo, empresas fechando e fomos perdendo clientes sem conseguir recuperar. Minha filha foi com marido para Portugal e eu continuei com os 6 clientes que nos restaram. Nossa intenção era começar como MEI, se estruturar, crescer virar Ltda.

Estamos na situação de milhares de brasileiros, na luta à espera de ajuda. E eu pergunto: Existe alguma orientação para alguém na minha situação?

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.