Fim do e-mail é tendência na comunicação interna das empresas

Há mais de dois anos, a startup Ummense, que é uma plataforma de gestão de equipes, eliminou a troca de e-mails entre os colaboradores

Parece algo distante, mas os e-mails estão com os dias contados, pelo menos da forma como conhecemos hoje. Diariamente, bilhões de e-mails são enviados e o excesso de mensagens que lotam as caixas de entrada nos e-mails corporativos geram cada vez mais estresse e angústia entre os colaboradores, sem contar o risco de perder informações importantes, não ser copiado em alguma mensagem e o recebimento crescente de spams.

Algumas empresas utilizam a caixa de e-mails como lista de tarefas que precisam ser feitas, como arquivo de informações importantes, registro de aprovação de propostas, discussão de ideias e até como detalhamento do escopo de projetos. Esta forma de gestão torna a organização da informação quase impossível.

A startup Ummense, uma plataforma de gestão de equipes para micro, pequenas e médias empresas, é um exemplo de empresa que optou em não utilizar mais e-mails na comunicação interna, utilizando apenas com clientes e fornecedores. Mesmo antes da startup ser lançada, os fundadores já idealizavam o fim da troca de e-mails internamente, utilizando a própria plataforma para organizar as informações, de uma forma segura, ágil e inteligente. “Este assunto a Ummense fala com propriedade. Temos alguns colaboradores que, desde que entraram na empresa, nunca enviaram um e-mail, tudo é pela plataforma”, afirma Raul Sindlinger, CEO e co-fundador da Ummense.

Armazenar todos os e-mails recebidos diariamente pode gerar diversas implicações, principalmente quando as mensagens são perdidas ou apagadas de um servidor, por exemplo, é o que aconteceu com o CEO da Ummense. “Fui engenheiro de obras por 10 anos Toda a comunicação era por e-mail, e recebíamos mais de 100 mensagens por dia. Eu arquivava as mensagens em pastas para tentar organizar a informação para o caso de precisar delas um dia. Chegou o dia em que o responsável pela TI resolveu reduzir custos e limpou as mensagens antigas do servidor de e-mails. A obra que eu tocava ficou sem nenhuma informação: contratos, negociações, aprovações, detalhamentos, alterações. O prejuízo foi gigante”.

Mudança cultural é fundamental para eliminar a troca de e-mails internos

Toda mudança exige tempo e também começa com o exemplo, principalmente da liderança. Com uma equipe de 13 pessoas, a Ummense não parou de usar e-mails de um dia para o outro. Esta mudança, que foi muito mais cultural, aconteceu de forma gradual, conforme novas funcionalidades da plataforma da startup eram implementadas, utilizando cada vez menos a troca de mensagens por e-mail. “Aos poucos, não usar e-mails passou a ser parte da cultura da empresa. Conforme novas pessoas iam se juntando ao time, acessar a caixa de e-mail já não fazia mais parte da rotina desde o primeiro dia na empresa”, comenta Keli Campos, co-fundadora da Ummense.

Mais produtividade e organização foram os principais pontos que a startup notou após eliminar os e-mails na rotina diária. Atualmente, toda a comunicação interna é realizada pela plataforma da Ummense, que também pode ser acessada por aplicativo no celular, e funciona como um Kanban Digital, organizando todas as informações das equipes em fluxos, cards e tarefas, sendo possível centralizar a comunicação em único lugar. Atualmente, a Ummense conta com mais de 1.500 usuários assinantes que também utilizam a plataforma para centralizar a comunicação das equipes, e as informações dos seus projetos, processos e clientes.

“Essa mudança está alinhada com o nosso propósito de melhorar a qualidade de vida no trabalho das pessoas. Com as informações organizadas, tudo fica mais fácil para ser acessado pela equipe, reduzindo o tempo de busca por informações e esse é um dos motivos que a produtividade aumenta. Os gestores não precisam perder tanto tempo em reuniões para saber o andamento dos projetos ou para discutir informações pontuais. Na plataforma da Ummense essas informações ficam acessíveis de forma visual e prática, propiciando um ambiente mais colaborativo e produtivo”, explica Keli Campos.

Sobre o futuro da comunicação interna, a co-fundadora da Ummense dá a sua opinião: “Provavelmente não eliminaremos completamente os e-mails de nossa vida tão cedo, mas para a comunicação interna e organização das informações nas empresas, que representa grande parte do problema, sabemos que hoje já existe uma forma muito mais inteligente e organizada para fazer isso”.

Além de organizar a comunicação interna, a Ummense também comercializa um aplicativo por assinatura, 100% integrado com a plataforma, e que é entregue com a identidade visual da empresa que contrata, para organizar e reduzir consideravelmente os e-mails também na comunicação com os clientes. Para saber mais sobre como eliminar os e-mails na comunicação interna da sua empresa, acesse o canal do YouTube da Ummense no link https://bit.ly/36BtuNh e saiba mais sobre este e outros assuntos, como a organização das tarefas do dia a dia e o gerenciamento de equipes de micro, pequenas e médias empresas.

Sobre a Ummense

A Ummense é uma startup curitibana fundada em 2016 que oferece uma ferramenta de gestão de equipes, projetos e processos, uma solução completa e diferenciada para organizar o trabalho de micro, pequenas e médias empresas com o propósito de melhorar a qualidade de vida no trabalho, tornando equipes mais produtivas e organizadas. Por ser uma ferramenta fácil e inteligente, a plataforma já conta com mais de 17 mil usuários cadastrados e oferece planos acessíveis, iniciando no plano gratuito que não tem limite de prazo ou de usuários.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar de: