Financiamento para franquias: que tal as fintechs em vez dos grandes bancos

Redação 01/10/2020
Redação 01/10/2020

O mercado começa a retomada dos negócios que ficaram quase que totalmente suspensos durante seis meses de quarentena em razão do Covid-19 e o setor de franquias é um dos que começam a se agitar com a reabertura gradual do comércio em todos os estados do país. Temos, aí, milhões de pequenas e médias empresas lutando para se restabelecer e, claro, precisando de linhas de crédito para isso.

Estudo recente publicado pelo Sebrae em conjunto com a FGV revelou que a crise econômica pós pandemia fez com que bancos e instituições financeiras aumentassem bastante as exigências para a liberação de crédito, principalmente para as pequenas e médias. Assim, muitos empresários que tentaram captar empréstimos em 2020 não tiveram êxito: menos de 20% das PMEs que solicitaram capital para manter os negócios em funcionamento conseguiram a liberação.

Além disso, o mesmo estudo também aponta que 80% dos negócios de pequeno porte buscam crédito apenas nos cinco principais bancos do país. Ou seja: a percepção míope do mercado de financiamento faz com que essas empresas deixem de procurar outras instituições, como as cerca de 900 cooperativas de crédito, mais de 30 fintechs e 600 empresas simples de crédito atuando no país.

Uma dessas fintechs é a Kavod Lending, única no país a operar om 100% do foco em franquias. A empresa desenvolveu uma plataforma que opera no modelo peer-to-peer lending com o objetivo de conectar investidores pessoas físicas que buscam diferentes opções de investimento a empresas que precisam de financiamento. Fundada em 2016 e acelerada pelo programa Ahead Visa, da Startup Farm, a empresa foi a primeira, em todo o mundo, a trabalhar com garantias reais. De 2019 para 2020, a empresa dobrou o valor de sua carteira de crédito.
A Kavod Lending opera em todo o país de forma totalmente digital.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.