Franquia cresce 75% no primeiro trimestre com volta ao presencial e força do delivery

franquia água doce

Segmento de Food Service teve alta de 12% em 2021, em comparação a 2020, segundo IFB e CREST. Rede de alimentação Água Doce prevê crescimento de 35% neste ano com implantação de novas unidades

Os resultados de ações realizadas nos últimos anos dentro do segmento de alimentação fora do lar estão dando frutos mesmo após a volta das atividades sem restrições. É o caso da Água Doce Sabores do Brasil, que registrou crescimento de 75,7% no primeiro trimestre de 2022, alta impulsionada pela volta ao serviço presencial e a força do delivery da marca. O aumento também é justificado pela pesquisa do IFB (Instituto Food Service Brasil) e CREST, que mostra que os gastos com comida fora de casa representaram R$ 164,4 bilhões em 2021, que incluem as despesas com as entregas em domicílio, representando um acréscimo de 12% em relação a 2020.

“Com um DNA voltado para ambientes familiares, oferecendo receitas e pratos fartos, a Água Doce conseguiu sair da pandemia mais fortalecida e enxergando novos caminhos para expansão. Apostamos em diferentes formatos de delivery para atender as necessidades dos clientes e dos franqueados. Além disso, como somos muito fortes em cidades do interior em diferentes estados, sentimos um aumento na migração de pessoas que, durante este cenário, buscaram novos locais de moradia, com mais qualidade de vida e segurança. Acreditamos que somando todas estas questões, com a volta do atendimento presencial, adesão maior ao delivery e o crescimento populacional nas pequenas e médias cidades, tais fatores contribuíram para um ótimo primeiro trimestre”, comenta Júlio Bertolucci, diretor de franquias da rede. Para 2022, a marca planeja abrir 15 novos restaurantes e crescer 35%, visando uma expansão nacional com foco em cidades com a partir de 200 mil habitantes que englobam as capitais, municípios do interior e praianos em todo território nacional.

Ainda de acordo com os dados do IFB e CREST, os gastos com jantares e almoços em redes de restaurantes registraram aumento de 35% em 2021, em relação a 2020. A pesquisa prevê cenários positivos para o setor neste ano. O mais otimista é que haja um crescimento no PIB do setor de Food Service de 1,3%, quando relacionado a 2020, além de aumento na circulação dos restaurantes em 10% se comparado ao ano anterior.

“Quando falamos de oportunidades da pandemia, o delivery foi o que mais obteve destaque desde 2020. Por este motivo, lançamos um modelo de negócio com foco nas vendas por este canal. Mesmo isoladas em casa, as pessoas não pararam de se alimentar, mas mudaram a forma de consumo e a entrega em domicílio foi das opções mais buscadas durante o período, sendo uma alternativa que veio para ficar. Com isso, criamos um formato destinado 100% ao delivery e a retirada no balcão, chamado de Água Doce Delivery, voltado para cidades menores”, revela Bertolucci.

No mercado desde 1990, a Água Doce Sabores do Brasil é reconhecida por seus pratos fartos. Prova disso são as receitas mais vendidas nos três primeiros meses de 2022. Escondidinho de Carne de Sol, Salada Refrescante, Combo Água Doce e Pastelzinho de Carne de Sol foram os mais pedidos nos restaurantes da marca, que comercializou 178 mil itens durante o período.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Você também vai gostar de: