Gigatron amplia portfólio de negócios e aposta no licenciamento para expandir serviços

Marca espera aplicar seus programas em pelo menos 30 empresas em 2019

Redação 08/01/2019
Redação 08/01/2019

O início do ano se aproxima com a promessa de prospecção para a Gigatron Franchising. A rede de franquia especializada na comercialização de software para gestão – com foco no pequeno e médio empresário – encontrou no licenciamento uma maneira de continuar expandindo seu portfólio de serviços para todo o Brasil. A ação vem de encontro com os planejamentos da rede para gerar prospecção da marca e aumentar seu faturamento.

O licenciamento foi criado há pouco tempo, e a partir de agora, a Gigatron promete apostar suas forças nessa frente. Marcelo Salomão, diretor executivo da franquia, relata que este método é uma forma relativamente simples de conseguir uma receita adicional para a franqueadora com um produto que já possuem. Trata-se de uma jogada estratégica. “Essa receita adicional gerada por esse modelo de negócio é diretamente direcionada para a evolução do próprio produto. Ou seja, conseguimos ter um produto ainda mais completo em um custo muito mais baixo e em um menor espaço de tempo”, explica.

Movimento habitual

Não é de hoje que o empresariado aposta no licenciamento para expandir seus negócios. Um estudo promovido em 2017 pela ABRAL (Associação Brasileira de Licenciamento) mostra que o licenciamento de marcas vem se profissionalizando e, desta forma, torna-se uma ferramenta até mesmo de marketing cada vez mais importante. Consta na pesquisa que as indústrias têm concentrado seus investimentos na infraestrutura de produção e distribuição de seus produtos. O varejo reforça as apostas nas marcas licenciadas para valorizar o mix, diferenciar-se da concorrência e atrair mais consumidores.

A análise mostrou que existem 500 empresas licenciadas, em diversas categorias. E apesar de tímido, o mercado apresentou crescimento de 5% nos últimos anos movimentando R$ 17,8 bilhões de reais somente em 2016. Outro dado levantado é em relação aos empregos gerados pelo setor – 1.500 empregos diretos e milhares de empregos indiretos.

White Label

O licenciamento da Gigatron atua com os princípios deste tipo de modelo, ou seja, vendendo aos licenciados o direito de usar suas soluções; que neste caso, a princípio é diante de o Meu Restaurante e o Virtuozo – na forma de planos que são três:

1º 50 licenças: R$2 mil;

2º 135 licenças: R$5 mil;

3° 300 licenças: R$10 mil;

Em relação às soluções tecnológicas: O Meu Restaurante é um aplicativo cuja função é justamente de gerir o fluxo do caixa desse tipo de estabelecimento. Ele foi desenvolvido para proporcionar ao usuário um planejamento financeiro baseado em números consolidados e promover uma gestão e projeção precisa do fluxo de caixa, ao integrar todos os números (despesas e receitas) e setores do empreendimento.

Através de uma solução em SaaS (software como serviço em nuvem) ele garante uma visão detalhada, em uma única tela, a diversas informações como, fluxo de caixa, número de vendas, informações climáticas e estoque de produtos.

O Virtuozo também segue a linha de organização financeira. Com 90% dos recursos gratuitos, este é um software voltado para controle de gestão financeira de pessoas físicas e jurídicas. O software oferece o controle das seguintes atividades: contas a pagar, contas a receber, gestão de finanças, fluxo de caixa, emissão de boletos bancários, NF-e, NFc-e, SAT, ponto de venda, gestão orçamentaria e demais recursos de gerenciamento necessários para o público-alvo. E os usuários têm suas contas organizadas em tabelas e gráficos de fácil compreensão, e pode começar a utiliza-lo imediatamente. O software pode inclusive auxiliar um público formado por PME’s (pessoa física ou jurídica) com faturamento de até R$3,6 milhões por ano.

Pronto, testado e aprovado

O diretor da franquia de tecnologia defende que a principal vantagem do negócio (nomeado em seu sistema como White Label) é o cliente poder colocar a marca dele em cima de um produto já testado e aprovado no mercado. “Ele consegue a um custo relativamente baixo ter um novo produto funcional no seu catalogo de soluções”, explica, detalhando que a modalidade é indicada principalmente para quem já possui uma marca consolidada no mercado e queira ter uma solução completa sem ter o custo de iniciar o desenvolvimento do zero.

Porém, Marcelo alerta que ao contrário das franquias, o licenciamento oferece uma gestão do negócio independente, por isso é importante já ter conhecimento do mercado, da marca e do produto a se investir. Caso contrário, o risco é maior já que será preciso aprender basicamente todas essas questões de forma solo.

Prospecção

Otimistas, a Gigatron espera conquistar em 2019 pelo menos 30 empresas utilizando a própria marca dentro desse sistema, garantindo assim, pelo menos um aumento de 15% no faturamento da marca.

Gigatron Franchising

 

Nascida em 1998, na cidade de Birigui, interior de São Paulo, a Gigatron Franchising se destaca pela inovação e qualidade de seus produtos e serviços dentro da área de Tecnologia da Informação, especialmente ao que se refere a softwares. Com o uso de uma metodologia própria, a empresa é considerada uma das maiores fabricantes de software CAD para calçados do mundo. O crescente desenvolvimento do negócio e a propagação de um serviço inovador criado pela empresa – o Software de Gestão Giga ERP – impulsionou a entrada da marca no franchising em 2012. Atualmente, a rede possui 67 unidades distribuídas pelo Brasil. www.gigatron.com.br