Kroton alcança notas altas no ensino de alunos e de receitas

Maior rede de educação do Brasil e do mundo vai ensinar só este
ano para 5 milhões de alunos e terá uma receita superior a R$ 7 bilhões

Acari Amorim 10/06/2019
Acari Amorim 10/06/2019

A Kroton – que nasceu numa pequena sala de cursinho pré-vestibular de Belo Horizonte, em 1966, com o nome Pitágoras e hoje é a maior rede educacional do mundo – vai bater este ano em números grandiosos e históricos:  uma receita líquida superior a R$ 7 bilhões e levar o ensino só em 2019 para 5 milhões de alunos, desde o básico até o superior, com presença em salas de aulas ou a distância (EAD), em estrutura próprias, escolas associadas e de apoio social.

Com uma tradição de mais de 50 anos no ensino do país, o grupo hoje está presente em 900 municípios brasileiros e dividido em Somos (ensino básico, a partir da aquisição no ano passado da antiga Abril Educação) e Kroton (ensino superior presencial, semipresencial e a distância). Só no ensino superior e educação continuada somam 1 milhão de alunos. Na educação básica, atende a mais de 37 mil alunos em 54 escolas próprias, 26 mil alunos distribuídos em 125 unidades da Red Ballon e 1,6 milhão de alunos nas cerca de 4,6 mil escolas associadas que utilizam sistema de ensino do grupo Kroton. Como investimento social, a Kroton mantém a Fundação Pitágoras e o Instituto Somos, sem fins lucrativos, que apóiam mais de 2.200 escolas, mais de 36 mil professores e cerca de 2,5 milhões de alunos.

Para atender toda essa demanda de alunos e ensino, a Kroton conta com cerca de 30 mil funcionários, 10 mil professores e 1.700 tutores (orientadores a distância ou presencial). Produz nada menos de 1 milhão de conteúdos por ano, utiliza 47 estúdios de gravação em diferentes regiões do país e conta com 39 canais de satélites que só este ano vão somar 11 mil horas de transmissão de diferentes cursos e conteúdos. Os polos de ensino a distância somam no momento 1.510, espalhados por todo o Brasil.

O desafio do grupo agora, aponta o diretor-presidente de Ensino Superior, Roberto Valério, é utilizar todos os recursos da transformação digital, da inovação tecnológica, já disponível. “Nosso objetivo é sempre inovar. Temos que ser cada vez mais eficientes, reduzir custos em todos os processos e facilitar o acesso de mais alunos”, explica.

Roberto Valério observa que nos últimos três anos, cerca de 8 milhões de jovens de todo o país fazem o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) que é uma espécie de teste para entrar numa universidade. Mas desse total de jovens, em média nos últimos anos apenas 1 milhão entram no ano seguinte num curso superior. “Temos um contingente muito grande de jovens para abrir as portas do ensino superior, que com certeza será um marco na vida de cada um deles”, completa.

A vice-presidente de Produto, Expansão e Gestão da Kroton, Julia Barroso, reforça a missão do grupo de contribuir com a evolução da sociedade como um todo, por meio de projetos e programas com o objetivo de transformar a vida de pessoas. “A educação é a política de maior impacto social, capaz de transformar individualmente a vida de cada pessoa e ao mesmo tempo desenvolver toda a economia do país”, sustenta.

Já o diretor sênior de Marketing e Fidelização da Kroton, Rodrigo Cavalcanti, é o que alinha o potencial de crescimento do mercado de educação no país com os atuais e possíveis novos cursos e programas da Kroton para atrair um número maior de alunos. Cavalcanti mostra levantamento da Kroton que aponta que mais de 95% dos formandos em cursos superior conseguem dobrar a renda mensal. “Isso, sem dúvida, transforma a vida de um jovem e muitas vez até de toda a família que recebe um estímulo para também buscar uma melhor formação”, conclui.

AS MARCAS DE ENSINO DA KROTON

UNOPAR – Fundada em 1972, desde 2011 está integrada à Kroton.  Referência em inovação e reconhecida pela vanguarda acadêmica de seus cursos de graduação, extensão e pós-graduação. Atua em Londrina, Araponga, Bandeirantes, Cascavel e Ponta Grossa, além de polos de educação a distância em todos os estados brasileiros.

ANHANGUERA – Presente em todos os estados brasileiros. Foi fundada em 1994 e já formou mais de 1 milhão de alunos em cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância. Pertence a Kroton desde 2014.

FACULDADE PITÁGORAS – Nasceu do Colégio Pitágoras, fundado em 1966 e que deu origem ao Grupo Kroton. Presente nos estados de Minas Gerais, Maranhão, Pará, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Paraná e São Paulo. Já formou mais de 1 milhão de alunos.

UNIDERP – Fundada em 1974, atua no estado do Mato Grosso do Sul. O foco está no ensino, pesquisa e extensão. Pertence a Kroton desde 2014.

UNIME – Com atuação no estado da Bahia foi fundada em 2000 e está integrada à Kroton desde 2010. Ensino, pesquisa e extensão estão entre suas principais atividades.

UNIC – Foi a primeira instituição privada de ensino superior no Mato Grosso, fundada em 1988. Já formou milhares nos cursos de extensão, graduação, pós-graduação, além de programas de mestrado e doutorado. Pertence a Kroton desde 2010.

FAMA – É uma das universidade mais tradicionais do Amapá. Com infraestrutura de ponta oferece cursos de graduação presencial, pós-graduação e extensão. Desde 2010 pertence ao Grupo Kroton.

EMPREGO, PRÁTICAS PROFISSIONAIS E ASSISTÊNCIA À POPULAÇÃO

Além de formar em diferentes carreiras profissionais, a Kroton também quer ser uma ponte entre o aluno e o seu futuro local de trabalho.  Com esse objetivo criou o Canal Conecta que é um portal de empregabilidade e de empreendedorismo, sem nenhum custo para o aluno.

Para participar, os alunos só precisam manter o currículo atualizado na plataforma e ficar de olho nas oportunidades divulgadas. Hoje já são mais de 22 mil empresas parceiras empregadoras e mais de 265 mil vagas já publicadas no portal. Mais de 544 mil alunos estão cadastrados e procuram o primeiro emprego ou uma nova oportunidade profissional. O aumento salarial médio para os alunos contratados pelo Conecta, segundo levantamento da Kroton, é de 66%, um percentual considerado alto especialmente neste momento ainda de crise econômica e de um elevado número de desempregados.

Por liderar o movimento de transformação digital na educação brasileira, a Kroton desde o ano passado investe num programa de empreendedorismo e apoio ao surgimento e fortalecimento de startups. Para isso abriu as portas do Cubo Education by Kroton, numa parceria com o Cubo Itaú, o maior e mais relevante centro de empreendedorismo tecnológico da América Latina. O objetivo dessa parceria é identificar empresas que tenham como finalidade resolver questões relevantes da educação pública brasileira ou pensar em soluções disruptivas, inovadoras para alunos e professores.

Em todas as universidades do Grupo Kroton, cada aluno também pode exercitar na prática seus conhecimentos e ao mesmo tempo prestar um serviços à população, especialmente nas clínicas-escola, na área de saúde e odontologia, e no escritório de assessoria jurídica.

OS NÚMEROS DA KROTON
Alunos: 5 milhões (básico, superior, educação continuada, presencial e a
distância)
Funcionários: 30 mil
Professores: 10 mil
Tutores: 1.700
Presença: 900 municípios brasileiros
Polos de ensino a distância: 1.510
Estúdios: 47
Canais de satélites: 39
Transmissões: 11 mil horas por ano
Conteúdos: 1 milhão por ano
Receitas: R$ 7 bilhões (projeção para 2019)

 

IMAGENS DA UNOPAR DE LONDRINA

Na unidade de referência da Unopar de Londrina, cursos como: Ciências Aeronáuticas, Gastronomia, Ginástica Rítmica (apoio a seleção brasileira) e Odontologia.

 

 

(A convite da Kroton, o jornalista Acari Amorim, da Empreendedor, conheceu no dia 5 de junho a unidade de Londrina, uma referência na qualidade de ensino e serviços prestados à comunidade)

http://www.kroton.com.br/