Levei minha experiência de sala de aula para abrir meu próprio negócio

Daniela Longato 11/09/2019
Daniela Longato 11/09/2019

Escolhi a franquia de turismo por me proporcionar investimento baixo e conduzir o negócio da minha própria casa ou em qualquer lugar do mundo, inclusive isso é algo que planejo para daqui cinco anos, poder viajar e trabalhar em qualquer parte do planeta, por isso me tornei franqueada da rede Encontre Sua Viagem (franquia com foco em serviços de turismo) há quase um ano.

A flexibilidade do horário foi outro motivo decisivo na escolha desse empreendimento, principalmente pelo fato que divido o meu tempo com as aulas em faculdades e escolas técnicas. Acho que tudo o que estou fazendo no momento se cruza em alguns pontos. As experiências no meu negócio me dão subsídios para algumas aulas. A vivência na educação me dá munição para pensar nas viagens ligadas a educação.

Minha inquietação e sede por conhecimento destacam a minha personalidade. Fiz ao mesmo tempo três faculdades de graduação, e desde então venho me realizando pessoalmente e profissionalmente fazendo várias atividades que sempre em algum momento se conectam.

Com o negócio ainda engatinhando e tomando forma, o trabalho extra a frente da franquia possibilita lucro líquido médio de R$3 mil ao mês, a maior parte de minha clientela é o corpo docente dos lugares que leciono e os alunos que se identificam comigo e a forma com que trabalho, principalmente a simpatia, outra característica favorável no empreendedorismo na hora de vender os serviços.

Durante o dia, inclusive nos finais de semana e feriados, conduzo a franquia, tiro dúvidas de clientes ao telefone e e-mail. Já à noite fico à frente de uma sala de aula. Entre as desvantagens de conduzir dois negócios paralelos, é que algumas vezes ocorre a falta de flexibilidade com as aulas da faculdade, o que acaba atrasando um contato com o cliente, por exemplo. Porém, as vantagens são tão enriquecedoras, que possibilita que vivencio na educação a possibilidade de pensar em viagens ligadas na educação e experiência, criando energias mais focadas.

Para se diferenciar entre os concorrentes, comecei a criar roteiros personalizados aos clientes proporcionando uma experiência agradável e com menos surpresas durante os passeios, inclusive em destinos que possui parceria com outras pessoas que possam auxiliar no suporte para recepção do turista, principalmente em lugares estrangeiros devido a dificuldade com o idioma. Pretendo me especializar nas vendas de destinos poucos explorados, porém que possuem riqueza cultural extraordinária, como é o caso de Tocantins, Chapada dos Guimarães, e Equador.

Busco sempre nos meus horários livres estudar os destinos que podem ser interessantes ao turismo, e consequentemente, isso aumenta ainda mais o poder argumentativo na hora de vender um pacote ao cliente.