Mais de 180 startups concorrem ao Ciclo Lisboa, do StartOut Brasil

Em 18 de setembro, serão anunciadas as 15 selecionadas para conhecer o ecossistema de inovação em Portugal

Redação 11/09/2018
Redação 11/09/2018

Até o dia 20 de agosto, 189 empresas se inscreveram para o StartOut Brasil, Programa de Internacionalização de Startups, que vai selecionar 15 empresas para participar de um período de capacitação e imersão no ecossistema de inovação da capital portuguesa, entre 11 a 16 de novembro. O resultado da escolha será conhecido no dia 14 de setembro. O programa é uma parceria doe Sebrae, Ministérios da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e das Relações Exteriores (MRE), Apex-Brasil e Anprotec.

O StartOut Brasil é uma iniciativa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo. Até 15 startups com potencial de internacionalização são selecionadas, por ciclo de imersão, e têm acesso gratuito a atividades como consultoria especializada, mentoria com especialistas no mercado de destino e treinamento de pitch. Elas também participam missão internacional com agenda voltada à prospecção de clientes e investidores e à conexão a ambientes de inovação, com visitas a aceleradoras, incubadoras e empresas locais.

As selecionadas participam ainda de seminário de oportunidades, rodada de reuniões com prestadores de serviços, encontros organizados por matchmaker e demoday para investidores. O Sebrae oferece apoio pós-missão para definição da estratégia de internacionalização e softlanding no mercado-alvo. Asstartups inscritas são avaliadas por uma banca de examinadores qualificada, formada pelas equipes de realizadores do programa e por especialistas no mercado de destino. “No retorno da missão as startups receberão consultoria para fechar o plano de internacionalização”, explica Cristina Mieko, da Unidade de Inovação do Sebrae.

Desde o ano passado, já foram realizadas quatro etapas do StartOut Brasil. Em Buenos Aires, o ciclo aconteceu em outubro de 2017, com a presença de 14 empresas, sendo que duas delas tiveram negócios facilitados. Em Paris, no mês de dezembro, houve a participação de 14 startups, e cinco obtiveram facilitação de negócios por meio do programa, em um período de seis meses. No ciclo de Berlim, em maio deste ano, foram 15 selecionados e três também tiveram oportunidade de negócios. A partir deste domingo (09/09) até o dia 16 deste mês, mais 15 startups participam do Ciclo Miami, desse programa. A coordenação do programa está analisando e definindo quais serão os próximos mercados para 2019.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.