Menos de 22% dos investidores da Bolsa são mulheres

Carol Paiffer 21/07/2019
Carol Paiffer 21/07/2019

Dados da B3 (Bolsa de Valores) mostram que o público feminino representa apenas 21,75% das pessoas físicas que investem em ações. No caso do Tesouro Direto, a parcela é de 30,3%. E, entre os presidentes de empresas listadas na B3, a participação feminina é ainda menor: Carol Paiffer, 31 anos, CEO da ATOM Educacional, é uma das únicas quatro mulheres que marcam presença nessa lista.

Formada em Administração de Empresas, Carol Paiffer, incentivada pelo seu irmão e atual sócio Joaquim Paiffer, entrou de cabeça no mercado financeiro, ministrando palestras e cursos pelo Brasil e, agora, pelo mundo. Desde sua primeira operação até hoje, seu foco sempre foi no DayTrade, compra e venda de ativos no mesmo dia.

Hoje seu principal objetivo é transformar a vida financeira das pessoas por meio da educação qualificada, democrática e acessível. Para isso, Carol se dedica a compartilhar conhecimento e estratégia para que DayTraders operem de 1 a 2 horas por dia com determinação, foco e disciplina para que seus resultados possam ser consistentes.

A metodologia de ensino da rede de franquia ATOM Educacional é online – com suporte presencial – e viabiliza a profissão DayTrader para todos aqueles que têm interesse em mudar de área de atuação, profissão ou mesmo diversificar suas fontes de renda. No processo de aprendizado, um simulador de operação é disponibilizado e, para atuarem, já como DayTraders iniciantes, os alunos recebem infraestrutura e capital da própria ATOM, sem precisar aportar o próprio dinheiro ou sujeitá-lo a riscos por falta de conhecimento técnico.

Pela ATOM Educacional já passaram mais de 20 mil alunos e, desse total, cerca de 500 passaram a atuar diretamente como DayTraders da ATOM Traders, que tem gestão direta de seu irmão Joaquim. Um dado interessante que é que apenas 5% dos DayTraders que operam com capital da empresa são mulheres.

“Nós queremos democratizar o acesso à educação financeira no Brasil, pois acreditamos que quanto mais as pessoas tiverem conhecimento sobre dinheiro e investimentos, mais liberdade elas poderão conquistar, inclusive trabalhando de qualquer lugar do mundo, flexibilizando seus horários e gerando novas oportunidades para si e para os que estão ao seu redor, impactando a economia do país”, destaca Carol, que iniciou sua carreira na Bolsa de Valores aos 17 anos.

A atuação da empresária tem ganhado destaque no mercado financeiro e ela recebeu inclusive recentemente um convite de Janguiê Diniz (fundador e controlador do grupo Ser Educacional), para participar do Instituto Latino-Americano de Empreendedorismo, Inovação e Desenvolvimento Sustentável – Instituto Êxito. Ela é a única mulher em um grupo de 34 empreendedores de sucesso, como Geraldo Rufino, Gustavo Caetano e Cândido Pinheiro de Lima Jr. A instituição foi lançada oficialmente em 22 de maio último e a contribuição de Carol é compartilhar conhecimento em finanças com os mais de 150 empreendedores associados.

Sobre a ATOM

A ATOM S/A é uma Mesa Proprietária que chegou ao Mercado por meio da compra de 69,24% da antiga Inepar telecomunicações, que estava há 15 anos sem atividade e tinha “herdado” a situação de recuperação judicial da antiga controladora (Inepar SA – Inep4).

Além de disponibilizar o seu capital para que outros traders operem, a empresa criou em uma área educacional revolucionária, a ATOM Educacional que viabiliza a profissão DayTrader – ainda pouco conhecida no Brasil, a todos aqueles que têm interesse em mudar de ramo ou diversificar suas fontes de renda.

A ATOM possui o maior time de traders da América Latina e por ser uma prop trading, a empresa financia traders para operar o seu capital, sem riscos. Eles começam recebendo 80% dos lucros e podem chegar até 90% conforme mostra consistência. Quanto mais apresenta resultado, mais capital tem disponível para operar.

www.atomeducacional.com.br