Nova Capital estreia no franchising e fecha 2018 com R$ 120 milhões em faturamento

Redação 12/12/2018
Redação 12/12/2018

Nascida em 2014 na cidade de Sinop-MT, a Imobiliária Nova Capital escolheu este ano para entrar no franchising e mesmo começando a comercializar unidades apenas a partir de outubro, já conta com 7 unidades abertas e 2 que devem ser inauguradas antes do final do ano.

Faturando como gente grande – em 2017, a marca comercializou R$ 80 milhões em imóveis – após se lançar no franchising e abrir novas 5 unidades, a rede viu seu faturamento saltar para R$ 120 milhões em 2018. Um crescimento de 50% que deve ser dobrado em 2019. “Nossa meta é chegar em dezembro de 2019 com um faturamento na casa dos R$ 250 milhões”, comenta Rafael Bussolaro, CEO da Nova Capital.

Um dos indicadores de que a rede vai cumprir sua meta é a já  prevista retomada do setor imobiliário que deve ser impulsionada em 2019 pelas medidas anunciadas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), que amplia o teto do valor dos imóveis financiados pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) até R$ 1,5 milhão.

“Como começamos a vender apenas em outubro, não tivemos grandes problemas, estamos crescendo em um ano político conturbado, onde as pessoas seguraram investimentos esperando o rumo das eleições, temos certeza que fizemos o melhor neste ano e que 2019 será um ano de grande crescimento imobiliário”,  comenta Bussolaro.

Ainda em dezembro suas novas unidades devem abrir as portas. As cidades Bom Jesus/RJ e Cuiabá/MT irão receber suas primeiras unidades da Imobiliária Nova Capital.

Para se abrir uma unidade da Nova Capital o investimento inicial varia entre R$ 17 mil e R$ 50 mil. A rede oferece três modelos de negócio – Home, Express e Convencional – pensados para atender corretores independentes, imobiliárias que desejam crescer de forma estruturada e empreendedores que querem entrar para o mercado imobiliário, a Imobiliária Nova Capital possui taxa de franquia que parte de R$16 mil e um faturamento médio mensal estimado em R$150 mil.

 

Mercado em crescimento

A Imobiliária Nova Capital também aposta na retomada do mercado imobiliário em 2019, uma vez que o setor está otimista com o novo ano e deve fomentar novos negócios. Em um levantamento recente, o Bradesco, destaca que, após três anos em retração, a retomada das vendas de imóveis residenciais começou em 2017 e deverá se acelerar em 2019, beneficiado pela economia e pelas medidas anunciadas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), que amplia o teto do valor dos imóveis financiados pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) até R$ 1,5 milhão. A captação positiva da caderneta, importante recurso para o crédito imobiliário, com maior volume de depósitos e o maior apetite das instituições financeiras em conceder financiamento também contribuem para a retomada do mercado.

www.franquiaimobiliaria.com.br/

 

Ficha de investimento da Nova Capital

Fundação da empresa: 2014

Ano em que se tornou franquia: 2018

Capital de giro: R$ 25 mil

Modelo Home Office não possui capital de Giro

Investimento Inicial – (Taxa de Franquias + Instalação)

Nova Capital Home: a partir de R$ 17 mil

Nova Capital Express: a partir de R$34 mil

Nova Capital imobiliária: a partir de R$50 mil

Taxa de franquia:

Nova Capital Home: R$ 16 mil

Nova Capital Express: R$24 mil

Nova Capital imobiliária: R$40 mil

Taxa de royalties: 8%

Taxa de publicidade: 2%

Faturamento médio mensal da unidade: R$ 150.000,00

Lucro médio mensal: R$ 40.000,00

Prazo de retorno: ATÉ 18 MESES

Número médio de funcionários por unidade: 3

Área da unidade: A PARTIR DE 50 m²

Prazo de contrato: 5 anos

E-mail de contato:contato@imobiliarianovacapital.com.br | contato@ncfi.com.br