Parceria entre PayJoy e SuperSim viabiliza empréstimos pessoais para clientes sem acesso a crédito

Redação 07/04/2020
Redação 07/04/2020

 

No Brasil, cerca de 61 milhões de pessoas estão negativadas, segundo dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) . Dentre esse número citado anteriormente, 52,8% dos brasileiros inadimplentes têm dívidas em atraso de até mil reais. Para tentar viabilizar essa questão, a PayJoy em parceria com a SuperSim apresentam uma possibilidade de oferecer empréstimos pessoais para esse grupo que é recusado pelos principais bancos.

O objetivo dessa parceria é oferecer um valor de empréstimo baixo, entre R﹩ 500,00 e R﹩ 2.500,00, para cobrir alguma despesa inesperada até que o fluxo de renda e despesas do cliente se regularize. Muitas vezes, inclusive, o crédito é a porta de entrada para a inclusão financeira da pessoa, uma vez que o histórico de crédito é retomado e o score pode aumentar à medida que os pagamentos sejam honrados.

Através de um acesso fácil ao site da SuperSim, é possível escolher um valor e o número de parcelas para pagamento, que pode variar de 4 a 12 meses. Depois, o preenchimento dos dados obrigatórios confirma identidade e renda do cliente. Após as validações, o dinheiro poderá ser depositado na conta da pessoa em poucas horas.

Mas, qual é a garantia que a SuperSim terá para receber o pagamento do empréstimo? Neste momento é onde a tecnologia da PayJoy entra em cena. O recurso de bloqueio da PayJoy, permite que os celulares se tornem uma garantia para o empréstimo financeiro. “Com esta tecnologia, a SuperSim tem a segurança necessária sobre a efetivação do pagamentos e pode ampliar a sua base de clientes”, explica o cofundador e COO da PayJoy Gilberto Lopez.

Em caso de não pagamento das prestações, a SuperSim poderá limitar a utilização das funcionalidades dos aparelhos e seus aplicativos, que voltará a funcionar normalmente após o pagamento da parcela atrasada. “Como o celular é um aparelho extremamente útil no dia-a-dia das pessoas, é possível estender crédito a um público de risco mais alto mantendo as taxas de inadimplência em linha com as de um público de menor risco . Já que todo o processo é feito online, nós junto com a PayJoy, estamos oferecendo empréstimos pessoais em todo o Brasil”, explica o cofundador da SuperSim Antonio Brito.

Sobre PayJoy
Criada em 2015 por Doug Ricket, Mark Heynen e Gilberto Lopez, a PayJoy é uma empresa americana de tecnologia que provê o acesso de consumidores de países emergentes a financiamentos e créditos utilizando o smartphone como o meio. Através de empréstimos oferecidos pelos parceiros da PayJoy – operadoras, fintechs e grandes varejistas – a empresa permite que indivíduos que não têm acesso a um banco ou que tenham um limite de crédito muito baixo, consigam comprar um smartphone. Atualmente, a PayJoy atua em 20 países espalhados pelo mundo e já captou mais de 70 milhões de dólares de empresas de investimento como Greylock Partners, Union Square Ventures, Core Innovation Capital, Santander InnoVentures, Assurant, Mindset Ventures, Orange Digital Ventures, Nxtp Labs, Draper Nexus, Itochu e Fenway Summer Ventures.

Sobre SuperSim

A SuperSim nasceu de um sonho compartilhado por todos os membros do time: dizer ‘Sim’ para o maior número possível de brasileiros, de forma rápida, segura e descomplicada. A empresa é formada pelos melhores profissionais da área, reunindo anos de experiência em crédito online. Por meio de uma robusta plataforma de dados e tecnologia, parcerias e um produto flexível, consegue atender o público das classes C e D com pouco ou nenhum acesso a crédito.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.