Quantum oferece metodologia inovadora para o futuro da educação

Redação 05/06/2020
Redação 05/06/2020

As crianças nascidas a partir de 2010 constituem a Geração Alfa, a primeira que é 100% digital e que, portanto, vê o mundo por meio de telas. Para aprendizagem e educação, o processo não pode ser diferente. Além do desejo e da necessidade de aprenderem coisas com as quais outras gerações não tiveram contato, o modo de ensino também precisa ser resinificado.

A partir disso, a edtech Quantum educa crianças e jovens para o futuro por meio de uma metodologia única, que engloba empreendedorismo, tecnologia e habilidades do século 21. Para as demais gerações, esses ensinamentos vieram por meio de cursos profissionais quando mais velhos, enquanto as crianças têm acesso mais novas e em formato mais didático e descontraído. Além disso, os pequenos de hoje em dia lidam com um cenário em que as mudanças e necessidade de adaptação do conhecimento são muito mais rápidas do que já foram um dia.

“Formar uma mente empreendedora desde criança faz diferença. Por isso, nosso intuito é que os futuros profissionais aprendam a pedir ajuda, desenvolvam projetos em conjunto, tenham pensamentos críticos respeitando opiniões e estejam preparados para receber e dar feedbacks”, ressalta Wellington Machado, fundador e CEO da Quantum.

O trabalho da escola envolve a aposta em metodologias ativas para o aprendizado, unindo a teoria com a prática. Stem, gamificação, sala invertida, TBL, storytelling e design thinking são alguns formatos nos quais a startup investe para tornar a aquisição do conhecimento mais prática e fazer com que os alunos coloquem as mãos na massa.

Ao todo, são três modalidades trabalhadas pela escola. A primeira, Space, é presencial e as crianças vão até a unidade física para ter aulas em laboratórios. Já a segunda é a Home oferece incentivo para as crianças aprenderem em seu próprio tempo por meio de atividades lúdicas e inclusivas no aplicativo disponível para download em Android e IOS. Por último, mas não menos importante, para Educadores e conta com programas voltados para pedagogos e escolas que buscam aprimorar o aprendizado dos alunos.

Já existem mais de 20 experiências oferecidas pela Quantum, entre as quais estão as trilhas Introdução à Lógica (5 a 7 anos),  Mundos do Autônomos (7 a 12 anos) e Introdução ao Empreendedorismo (a partir de 13 anos). “A grande atenção no desenvolvimento da soft skills, nessa nova era digital, é a  relação com as pessoas. E estamos cada vez mais trabalhando em conjunto e intermediados pela tecnologia”, finaliza o CEO da edtech.

Sobre a Quantum

Quantum é uma edtech focada em desenvolver o potencial humano ao transformar crianças e adolescentes, entre 4 e 18 anos, em profissionais do futuro. A escola acredita no poder da pedagogia e para isso une a educação gamificada com atividades práticas e onlines para ensinar empreendedorismo, tecnologia e habilidades dos século XXI. Por meio dessa metodologia própria e inovadora a startup já desenvolveu 20 trilhas com mais de 600 horas de aula.

Apoiadores e parceiros: LEGO Education (Mcassab), Unity (Plataforma de Desenvolvimento de Games), IBFE (Instituto Brasileiro de Formação de Educadores) e Draper University (Aceleradora do Vale do Silício)

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.