Sapatizi fatura 18 milhões no Brasil e inaugura primeira franquia nos EUA e segunda em Portugal

Redação 19/06/2019
Redação 19/06/2019

A originalidade e o feeling do empreendedor Edison Edwin transformou a Sapatizi em uma das franquias mais promissoras do país. A proposta inusitada de oferecer sapatilhas anatômicas, em máquinas de vending machine, para as mulheres descansarem os pés detonados pelo salto alto em festas como casamento, 15 anos e até mesmo no carnaval da Sapucaí, fez a franquia se expandir pelo Brasil e inaugurar sua primeira filial nos EUA, depois de ter registrado faturamento de R$ 18 milhões.

A empresa existe desde 2013 e já com com mais de 7 mil eventos realizados. Em franca expansão com o modelo de franquias, a Sapatizi está presente em 9 localidades brasileiras – Ceará, Maringá- PR, Pernambuco, Alagoas, Belo Horizonte, Rio Grande do Sul, filiais no Rio de Janeiro São Paulo e recentemente no município de Dourados, Mato Grosso do Sul. Em abril de 2019 deu início ao seu processo de internacionalização com a inauguração das primeiras filiais internacionais nos EUA  e posteriormente em Portugal.

“Sou empreendedor há mais de uma década e posso afirmar com toda certeza que quanto mais rara e única for a proposta, mais sucesso terá. O fato das sapatilhas serem distribuídas, através de uma moderna e exclusiva vending machine, e as convidadas receberem o kit em uma caixinha, com um prendedor de cabelo, as sapatilhas, sacola para guardar o salto alto com logomarca ou nome do cliente, permite que a Sapatizi seja rara neste segmento”, conta.