Sócia de franquia milionária já trabalhou em frigorífico e fez trufas para ajudar na renda

Suzana Dinamarco sócia fundadora da Sucos S/A

Em 2009, Suzana Dinamarco e o marido fundaram a Sucos S/A, franquia que fatura mais de R$ 550 mil por mês

Suzana Dinamarco é formada em Veterinária. Hoje ela é sócia fundadora da Sucos S/A, franquia de alimentação saudável que oferece uma variedade de sucos, saladas, açaí, sanduíches, tapiocas, dentre outros produtos. A rede já conta com dez franquias e tem um faturamento mensal de R$ 550 mil.

Mas antes disso, por alguns anos, Suzana trabalhou em um frigorífico em Araçatuba (SP) – até engravidar e, para sua surpresa, ser demitida meses depois. “Foi um momento delicado e que gerou muita insegurança para mim e meu marido”, lembra.

Na época, em 2007, Gustavo (hoje também sócio da Sucos S/A) tinha uma pequena distribuidora de alimentos, mas o negócio não ia bem. Com a demissão, Suzana decidiu ajudar o marido na compra dos produtos.

“A gente ia em quatro ou cinco supermercados, anotava o preço dos produtos e fazia as contas onde valia a pena comprar cada um. Era bem desgastante”, lembra.

Mesmo assim, apesar dos esforços, a empresa faliu. A situação ficou bem complicada e Gustavo teve de pedir dinheiro emprestado ao pai. Parte disso ele usou para reerguer a distribuidora. Em paralelo, Suzana fazia trufas e chocolates. “Na Páscoa de 2008 chegamos a vender 250 ovos”, destaca.

Suzana se dividia na produção de chocolates e na distribuidora junto com o marido, mas novamente a empresa não decolou e faliu pela segunda vez em dois anos. “Naquele momento ficamos muito abalados e sem saber o que fazer”, conta.

Até que, em 2009, Suzana viu em um jornal o anúncio da venda de um quiosque de sucos em um shopping da cidade. Ela comentou sobre a oportunidade com o marido e, para isso, teriam de investir as últimas economias. “Era um ‘tudo ou nada’. Decidimos investir e fizemos um acordo que daquela vez ia dar certo!”, comenta.

Logo nos primeiros meses, perceberam que o negócio dava lucro e que podia crescer. E assim aconteceu. Em 2010, abriram a segunda loja, em Birigui (SP). No ano seguinte, a terceira, outra em Araçatuba.

Em 2017, tinham oito lojas próprias no interior de São Paulo e uma em Contagem (MG), ambos se dividindo na gerência do negócio. Foi nessa época que a Sucos S/A fez uma correção na rota e uma adaptação que mudaria o patamar da marca.

Estava quase tudo certo para o casal fechar o contrato de mais uma loja em um shopping local de prestígio. “Porém, eles queriam uma loja com um mix maior de refeição saudável”, lembra Suzana.

“A gente só vendia suco, então, juntos com os franqueados, pensamos em começar a oferecer salada também, afinal, se nosso propósito é promover saúde, por que não fazer isso também por meio de refeições e se diferenciar dos concorrentes?”, completa.

Foi uma ótima escolha. A Sucos S/A avançou para um novo caminho, agora se posicionando como um restaurante de alimentação saudável. “Hoje, as saladas representam cerca de 70% dos pedidos”, explica. Atualmente, o cardápio conta com mais de 20 opções de refeições, dentre elas, monte sua salada, tapioca e sanduíches naturais. Para se ter ideia, com essa adaptação, o ticket médio das lojas aumentou 50%.

Com um modelo de negócio consagrado, era hora de franquear. O casal buscou informação para padronizar o negócio e transformá-lo em uma rede. Foi um longo ano de trabalho até se encaixarem no formato. Em 2019, a Sucos S/A era oficialmente uma franquia e já comercializava unidades.

Para este ano, a meta da Sucos S/A é de inaugurar mais quatro unidades e outras cinco no ano que vem. “A Sucos S/A, como já comprovamos, é uma ótima opção de investimento dentro deste segmento que, ao que tudo indica, não tem marcha a ré, pelo contrário, só cresce”, finaliza a sócia fundadora.

Para adquirir uma franquia da Sucos S/A, o investimento é a partir de R$ 150 mil. O prazo de retorno estipulado é entre 22 e 30 meses, dependendo do modelo escolhido.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

Você também vai gostar de: