Sonho do negócio próprio: como ser dono de uma franquia

Redação 08/09/2019
Redação 08/09/2019

Investir em franquias é uma ótima opção para quem deseja ser dono do próprio negócio e busca algo seguro e consolidado, com marcas já estabelecidas no mercado por trás do seu empreendimento. Além disso, as franquias estão passando por um momento de alta no Brasil: segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor cresceu 6,4% no primeiro semestre de 2019 e faturou aproximadamente R$85 bilhões, contra R$80 bilhões arrecadados no ano anterior inteiro.

Beblue, fintech de pagamentos atrelada ao sistema de recompensa em cashback, lançou recentemente um modelo inédito de franquias. De acordo com Murilo Silvério, CEO da empresa, a criação do modelo veio não apenas do plano de expansão da companhia, mas também para oferecer mais uma alternativa para quem quer ser seu próprio chefe. “Com o crescimento do setor de franquias e observando a vontade das pessoas de empreender, desenvolvemos um sistema para que qualquer pessoa possa ser franqueada, começando um negócio até mesmo em sua própria casa. Com dedicação e buscando uma franquia com que se identifique, é um negócio seguro e com retorno rápido”, afirma o executivo.

Pensando nisso, o Beblue reuniu algumas dicas para quem pensa em investir em uma franquia

Tenha afinidade

Procure saber quais as áreas que você gostaria de trabalhar no dia a dia. Lembre-se que é um investimento a longo prazo, algo com que você precisará lidar todos os dias, portanto, é importante entender sua dedicação ao projeto. Além disso, não esqueça de pensar: você terá sócios ou será um projeto solo?

Planeje-se

Um dos benefícios de ter seu próprio negócio é ter um controle das ações tomadas e de seu dinheiro, mas é preciso saber se planejar. Segundo dados da pesquisa Amway Global Entrepreneurship Report (AGER), uma das principais causas de falência é a falta de planejamento e conhecimento sobre gestão. É importante projetar o investimento inicial e saber sua capacidade financeira antes de investir seu dinheiro. Com as franquias de Beblue, não é necessário espaço físico e altas quantias de dinheiro. Investindo a partir de R$ 15 mil, o microfranqueado tem retorno previsto em cerca de oito meses, com estimativa de faturamento em torno de R$ 8 mil mensais.

Conheça sua franqueadora

O apoio da franqueadora é fundamental na hora de montar sua franquia. No caso de Beblue, o franqueado terá todo o apoio da plataforma para assimilar a cultura da empresa e desenvolver seu negócio local. “Contamos com um time que irá prestar consultoria de gestão financeira, ajudará a traçar os primeiros passos da operação, fornecerá informações básicas de marketing digital e visão empresarial e, por fim, orientará sobre as melhores práticas de atendimento ao cliente. Buscamos formar um time de parceiros que queira crescer junto com a empresa e ampliar a rede da primeira fintech atrelada a serviços de cashback do Brasil”, afirma Silvério.

Olhando para cada uma dessas dicas é possível ter uma melhor visão sobre como se preparar para trabalhar com uma franquia. Abrir o próprio negócio pode ser um desafio em si, mas os pequenos empreendimentos já representam 98,5% das empresas brasileiras, de acordo com dados do Sebrae, e, somente em 2018, empresas de pequeno porte criaram 580 mil vagas de emprego. “Precisamos entender que vivemos em um momento de mudança do mercado brasileiro. O desemprego empurrou muitas pessoas para o empreendedorismo, o que é uma boa oportunidade para quem busca novas oportunidades. Quem inovar trazendo um bom atendimento para seus clientes e resolver problemas locais, certamente terá sucesso no mercado”, finaliza.

Sobre o Beblue

Criado em 2016 na cidade de Ribeirão Preto (SP) por Daniel Abbud e Daniel Gava, o Beblue é a primeira fintech brasileira de pagamentos que permite ao consumidor aumentar seu poder de consumo por meio de recompensa em cashback, além de oferecer ao estabelecimento a possibilidade de adquirir e fidelizar o cliente. Desde o início da operação, o Beblue já movimentou mais de R$ 2 bilhões em vendas, já devolveu mais de R$ 120 milhões em cashback, teve mais de 5 milhões de downloads do aplicativo e possui mais de 16 mil estabelecimentos cadastrados.