Startup brasileira Hi Technologies cria teste rápido para coronavírus

Redação 26/03/2020
Redação 26/03/2020

A startup paranaense Hi Technologies está a poucos dias de lançar no mercado um teste rápido e eficiente para detectar o coronavírus. Especializada em exames laboratoriais desde 2003, quando foi criada por estudantes da PUC do Paraná e começou a desenvolver sistemas que adaptavam equipamentos médicos remotamente, a companhia tem aporte da Positivo Tecnologia e dos fundos de venture capital Monashees e Qualcom Ventures. Marcus Figueiredo, CEO da empresa garante que a partir de abril os primeiros kits de testes rápidos estarão sendo disponibilizados para farmácias e hospitais das cidades mais populosas do país.

O teste, realizado de forma remota consiste na análise de uma pequena amostra de sangue coletada numa cápsula e colocada em reagente no dispositivo portátil. Em até 15 minutos é possível saber se a pessoa testada possui o vírus. Os dados coletados pelo equipamento são enviados para um laboratório no Paraná e processados com uso de algoritmos até a emissão do laudo, que tem um nível de precisão entre 93% a 98%. O custo do teste está estimado em 130 reais.

Como a detecção do vírus é realizada por meio de um anticorpo produzido pelo próprio indivíduo, a tecnologia da Hi é voltada a casos em que o indivíduo apresenta sintomas e o vírus em atividade há pelo menos três dias. A healthtech é composta por uma equipe de 125 profissionais, entre farmacêuticos e engenheiros da área médica e já disponibiliza um sistema de laboratório portátil em uma rede de farmácias pelo país para detecção de doenças como dengue, hepatites, diabetes, chikungunya, zika e Aids.

 

 

 

 

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.