Startup catarinense está na semifinal de maior reality show do país no segmento

Sócios da WiZED, que se conheceram no Colégio Marista, são os únicos catarinenses na disputa nacional

Redação 26/11/2018
Redação 26/11/2018

Eles se conheceram no Jardim de Infância do Colégio Marista de Criciúma, em Santa Catarina, em 1996. De lá para cá, muita coisa aconteceu, os quatro amigos se formaram em diferentes profissões e há um ano decidiram transformar a amizade em negócio. Assim nasceu a WiZED – Seu Evento Inteligente, uma plataforma de venda de ingressos que utiliza a tecnologia blockchain para garantir a segurança das transações. A boa notícia é que a empresa está na semifinal do reality Startup Show, maior evento do segmento no Brasil, e é a única representante do Estado entre os 300 competidores de todo o país.

A WiZED passou pela fase de votação popular e agora está entre as nove melhores startups nacionais na busca pelo grande prêmio. As três melhores colocadas vão receber horas de mentoria com especialistas e uma viagem de imersão para acelerar a empresa.

Os quatro sócios da startup, Luís Felipe Cardoso Fabris, Rodolfo Gaidzinski, Eduardo Mazzucco Cividini e Rodrigo Búrigo estudaram no Colégio Marista de Criciúma até o final do Ensino Médio. Desde o início, eles construíram uma forte amizade, que os acompanhou por toda a história escolar e chegou até a vida adulta, se solidificando quando decidiram seguir a carreira de empresários.

A empresa dos quatro amigos é a única na disputa a utilizar a tecnologia blockchain, uma estrutura descentralizada que valida as transações de ponta a ponta, totalmente passível de auditorias e que até hoje ninguém conseguiu hackear, alterar ou fraudar, ou seja, 100% segura. Além de segurança na transação, a plataforma propicia o uso de criptomoedas na compra dos ingressos.

Para Luís Felipe Cardoso Fabris, participar do reality, independentemente do resultado, já é um grande reconhecimento. “Nós nos reunimos para criar uma empresa que solucionasse um problema. É um grande orgulho ver que nossos conhecimentos reunidos nos fizeram chegar tão longe”, comemora Cardoso, que também é responsável pela área administrativa e comercial da WiZED.

Apesar de nova no mercado, a abordagem inovadora e tecnológica da WiZED já rendeu outros destaques para os sócios. Fechou parceria para a venda de ingressos da maior conferência de Bitcoin do Brasil e a segunda da América Latina. Também foi selecionada para a maior aceleração de startups do Rio de Janeiro, a Saí do Papel, e ainda pré-selecionada para a aceleradora Techmall, a maior de Minas Gerais, e para a ACE Aceleradora, eleita três vezes como a melhor da América Latina.

Para o diretor do Colégio Marista de Criciúma, José Carlos Pereira, o exemplo de empreendedorismo dos ex-alunos é uma marca do ensino Marista. “Protagonismo e pensamento crítico são temas que permeiam todos os anos de aprendizagem do Colégio Marista. Nos enche de orgulho ver que estamos formando profissionais com autonomia e cidadãos conscientes”, afirma.