Startup mexicana Casai anuncia aquisição da proptech Roomin

Segunda aquisição em seis meses reflete foco da startup, fundada por Nico Barawid, no mercado de hospedagem inteligente no Brasil.

Segunda aquisição em seis meses (e primeira fora do eixo RJ/SP) reflete foco da startup no mercado de hospedagem inteligente no Brasil. Na foto, o CEO e cofundador da Casai, Nico Barawid.

 

A Casai, startup latino-americana de hospedagem inteligente, acaba de anunciar a aquisição da Roomin em Florianópolis e a expansão de sua operação para a capital catarinense. O movimento – que além de expandir o portfólio de unidades da Casai acrescenta expertise local à sua operação – faz parte dos planos da empresa de se tornar o principal player do Brasil e da América Latina. 

Em sua segunda aquisição em apenas 6 meses no País, a proptech fortalece sua presença no mercado brasileiro com um modelo de negócios que visa a entregar mais rentabilidade para os proprietários de imóveis e uma melhor experiência para o hóspede. Com esta movimentação, todos os apartamentos da Roomin – espalhados pelo Centro, Jurerê, Campeche, Ingleses, Cachoeira do Bom Jesus, Trindade, Pantanal e Córrego Grande-,  passam a integrar o portfólio da Casai até o final do ano. Desde o seu lançamento no Brasil, em maio deste ano, a Casai teve um crescimento de mais de 6 vezes no número de imóveis e, nos últimos três meses, o País tornou-se o principal mercado da proptech. A startup latino-americana prevê encerrar 2021 com uma expansão agressiva de 15 vezes no Brasil desde Junho.

“A chegada da Casai à Florianópolis é estratégica para o posicionamento da empresa no Brasil visto que, além de ser um destino turístico importante, a cidade é um polo nacional de inovação. A aquisição da Roomin, que está em crescimento acelerado e é detentora de um dos melhores portfólios da região, vai ao encontro do rápido processo de expansão da Casai. Além disso, sabemos que o fator localidade é fundamental para garantir uma boa experiência ao hóspede final e a Roomin está presente nos melhores bairros da Ilha”, destaca Daniel Hermann, diretor de expansão da startup latino-americana.

O modelo de negócio da startup consiste em oferecer apartamentos exclusivos, com design único e funcionalidade smart home, e gerenciados por meio de dispositivos, equipados tanto para estadias curtas como de longo prazo. A Casai trabalha diretamente com agentes e fundos imobiliários na operação de unidades nos melhores bairros.

Segundo levantamento oficial do Ministério do Turismo, Florianópolis foi uma das viagens nacionais mais buscadas e entrou para a lista de destinos tendência para 2021. Com a pandemia e a mudança dos formatos de trabalho, a cidade também passou a ser considerada um dos melhores destinos para os nômades digitais. Isso porque, além do potencial turístico, de acordo com dados da Prefeitura de Florianópolis, o setor de tecnologia e inovação representa 14% do PIB da cidade, com mais de 4 mil empreendimentos da área instalados na capital catarinense. Assim, a região apresenta um dos maiores mercados para startups do sul do país e está entre as 32 melhores cidades para investimentos tecnológicos no Índice de Cidades Empreendedoras.

A Casai chega a Santa Catarina após Florianópolis ver um aumento da demanda por startups de hospedagem inteligente em virtude dos protocolos mais rigorosos de segurança e isolamento social desde o início da pandemia. Ao mesmo tempo, investidores imobiliários da cidade vêm buscando mais rentabilidade para suas carteiras. Sob essas condições,  desde seu lançamento oficial na capital catarinense, em maio deste ano, a Roomin vem mantendo uma taxa de ocupação acima de 70% fora de temporada.

“Buscamos unir esforços para entregar a melhor experiência em hospitalidade a nível global, com foco no usuário final. Com a continuidade da equipe, a Roomin vai continuar entregando a melhor experiência tanto para os hóspedes como para os proprietários de imóveis, mas com a escala e a tecnologia da proptech latino-americana. Nosso objetivo principal é criar espaços e experiências que surpreendam e façam as pessoas se sentirem em casa, ao mesmo tempo em que maximizamos o retorno aos investidores”, explica Walmir Junior, CEO da Roomin. 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Você também vai gostar de: