Transformação digital: legaltechs, parceiras do profissional jurídico

Redação 09/11/2019
Redação 09/11/2019

Há alguns anos o mercado foi impactado com os avanços da tecnologia, que promoveu uma série de mudanças e trouxe uma enxurrada de novidades para muitas áreas. Com isso, presenciamos o nascimento de fintechs, healthtechs, agrotechs e recentemente a área jurídica abriu as portas para a tecnologia e surgiram as legaltechs.

O objetivo dessas startups é viabilizar o acesso à serviços jurídicos, aproximando o consumidor aos profissionais da área. E foi observando este cenário que em 2016 Marcelo Callegari fundou a Justiça Express — plataforma de tecnologia que conecta pessoas a advogados — e desde então já conectou e orientou milhares de pessoas em São Paulo e tem 99% de vitória nos casos conectados.

Inicialmente focada em direito do consumidor, a plataforma começou a ser procurada por consumidores que tinham queixas relacionadas a outras áreas do direito, como família, trabalhista entre outros. Entendendo que o público aceitou de forma positiva a tecnologia no direito, a Justiça Express compreendeu que era a hora de ampliar as especialidades conectadas pela plataforma.

Para isso, a startup investiu em tecnologia e inteligência artificial e ampliou seu banco de profissionais, a partir daí a empresa passou a conectar pessoas à advogados especializados em Direito Civil, de Família, Tributário e outros. Além de desenvolver um scanner de documentos, que realiza a leitura da cédula, verifica a leitura de todas as informações, como órgão emissor e a veracidade do registro, o que possibilita saber se o documento é falso ou não.

“As legaltechs surgem como um progresso para o direito, sendo um braço para os profissionais da área”, comenta Marcelo Callegari, CEO da Justiça Express, “O nosso objetivo é facilitar o contato da população a justiça e acabar com o mito de que assistência jurídica não é para todos”, continua.

Avançando cada vez mais rápido, a tecnologia está causando impactos positivos em todas as áreas, principalmente no setor jurídico que aos poucos enxerga a tecnologia como grande parceira para o futuro.

Sobre a Justiça Express
Fundada em 2018, pelo empresário e investidor em diferentes plataformas de tecnologia, Marcelo Callegari, a Justiça Express funciona como uma plataforma que conecta pessoas a advogados. Com a missão de democratizar o acesso da população a um serviço jurídico de qualidade e descomplicado, a empresa já prestou auxílio a milhares de pessoas na Grande São Paulo.

Na foto: Marcelo Callegari, CEO da Justiça Express.