Como empreender

Como abrir um negócio

O Portal Empreendedor dá boas dicas para quem deseja abrir ou formalizar o seu negócio, comentando alguns fatores fundamentais que normalmente escapam do controle do empreendedor, mas que são fundamentais para o seu sucesso.

Embora o índice de mortalidade das empresas nascentes esteja caindo no Brasil, boa parte dos novos negócios não consegue superar os primeiros anos de vida. Entre os motivos, estão a falta de planejamento e de experiência, pouco capital para investir e má gestão.

Confira, aqui, oito pontos que merecem a atenção antes de abrir um negócio:

1. Vale apostar na experiência

Se você não tem experiência na área em que deseja abrir a empresa, vale a pena procurar um sócio, um funcionário ou até mesmo uma consultoria que já tenha certa experiência no ramo em questão.

2. É fundamental adquirir conhecimento e capacitação

A busca pelo conhecimento sobre a área em que você deseja atuar é fundamental para o seu sucesso. Cursos de capacitação são importantes para entender melhor o mercado e as próprias atividades e situações que você encontrará no dia a dia.

3. Um plano de negócios é vital

Começar uma empresa sem um bom plano de negócios é o primeiro passo para o seu fracasso. É preciso definir a estrutura operacional da empresa, estabelecer um plano financeiro detalhado com os investimentos previstos, definir o capital de giro, custos e a previsão de rentabilidade da empresa nos primeiros anos (pelo menos 3 anos). Vale a pena, também, criar um plano de marketing para poder identificar claramente o seu público-alvo, seu mercado e suas estratégias de venda.

4. É preciso saber gerar valor para o cliente

Para você obter destaque em um mercado com tantos concorrentes, você precisa levar em conta a importância de ter um diferencial e gerar algum valor para o cliente. A grande questão é: o que fará o cliente preferir o meu produto/serviço?

5. Acerte nos investimentos

Geralmente o novo empresário possui o capital necessário para o investimento, mas tem dificuldade de identificar a forma correta onde deve investir o dinheiro. Nesse momento, áreas como marketing, capacitação de funcionários e estruturais devem ser priorizadas, pois estão ligadas diretamente ao cliente e ao funcionamento da empresa.

6. É preciso manter capital de giro suficiente

Antes de iniciar as atividades, é fundamental ter em mãos pelo menos o dinheiro suficiente para manter as despesas gerais da empresa por um ano. Geralmente, os primeiros meses são de adaptação ao mercado e não geram grande entrada de dinheiro no caixa.

7. Importante: separar as finanças pessoais das finanças da empresa

Uma excelente dica é estipular um salário para o proprietário, que deverá ser retirado juntamente como o pagamento dos funcionários. Para definir o seu salário como diretor, é simples: imagine quanto você pagaria para alguma pessoa executar as suas funções. Além disso, é preciso evitar a retirada de dinheiro fora das datas pré-fixadas para o pagamento e manter muito bem estruturado o controle financeiro da empresa.

8. Dica especial: controlar a ansiedade

A ansiedade pode causar grande frustação antes mesmo que clientes importantes tenham conhecimento de que sua empresa existe. Não exija resultados antes da hora. Inúmeros fatores podem atrasar o reconhecimento da empresa, por isso é preciso manter os esforços na busca por conhecimento e capacitação, vontade de trabalhar e incentivos para inovar.