10 dicas para superar a crise econômica

Com um ano difícil pela frente, economista aponta ações para as empresa não fecharem

Redação 09/02/2015
Redação 09/02/2015

O pacote de medidas econômicas anunciado pela equipe da presidente Dilma Rousseff já era previsto por economistas. A fim de buscar um equilíbrio nas contas a opção foi aumentar a receita e diminuir as despesas. As consequências dessas decisões vão bater, brevemente, à porta dos empresários, que já sofrem com a alta carga tributária e problemas de infraestrutura.

Para superar esse momento de pessimismo e manter os negócios, o economista e consultor da SBA Associados, Nelson Leite, diz que o jeito é fazer a lição de casa. Leite, que é especialista em gestão comercial, listou dez ações necessárias para que as empresas sofram o menos possível com as duras ações do governo e cheguem ao final de 2015 bem. Confira:

1 – Reduzir custos fixos de forma a minimizar o ponto de equilíbrio, eliminar desperdícios, evitar e diminuir despesas ou adiá-las. Aja proativamente.

2 – Gerenciar e controlar duramente o capital de giro. Evite os bancos, seja para empréstimos ou descontos de duplicatas. Factoring, nem pensar

3 – Executar branding.  Leite explica que a marca é um ativo de valor inestimável nessas horas. “Também faça uma análise da carteira de clientes. Qualifique-a em volume de vendas e lucratividade oferecida. Se trabalhar diretamente com varejo, faça um programa agressivo de fidelização,” aponta o economista.

4- Analisar o mix de produtos. O consultor diz que é hora de dar preferência aos produtos de maior valor agregado e eliminar os que não dão retorno ou dão retorno muito baixo ou ainda produtos complicados e que não foram aceitos no mercado. “Invista em diferenciação. Crie novos serviços ou amplie os existentes”, argumenta.

5 – Trabalhar, preferencialmente, sob pedido. Isso evitará saldos, perdas de margem e de lucro.

6 – Pesquisar seus mercados. Nelson explica que hoje a crise é de confiança e os clientes estão comprando crédito mais do que produto. “Seu crédito está competitivo? Ofereça-o seletivamente observando o histórico dos seus parceiros comerciais. Cuidado com a inadimplência. Ouça o que seus clientes estão lhe dizendo. Entenda-os e os atenda com soluções e não apenas com produtos e serviços de forma descomplicada e ágil”, afirma.

7 – Envolver e manter comprometida toda equipe, desde o mais simples funcionário até aquele com maior autonomia para decidir. “Faça-o exercer essa autonomia e assumir riscos”, diz o consultor.

8 – Investir em comunicação. “Tenha um plano de mídia competente, isto é, aquele que atende o seu mercado e este o entenda. Avalie-o com rigor e capriche no lançamento dos produtos. Saia da mesmice”.

9 – Ampliar e qualificar a equipe de vendas, mantendo-a informada sobre alterações de preço com antecedência, afinal, o mercado não gosta de surpresas negativas.

10 – Não dramatize a situação que já não está boa. O país não vai acabar e a sua empresa não irá morrer se você fizer minimamente a lição de casa. Nada de pânico ou drama. Aja. Menos discurso e mais ação. E, se for contratar consultoria, aprenda a contratar consultoria competente, isto é, não se impressione com discursos, currículos e títulos. Veja o que já fez ou está fazendo em outras empresas.

10 Comentários

  • ED SANTO10 de fevereiro de 2015

    Sou Angolano procuro parcerias para investimentos nu meu pais

  • Mendes16 de fevereiro de 2015

    Muito válido esses tópicos

  • Neyla Maynart19 de abril de 2015

    Excelentes informações, incentivadoras, para aprender e praticar.

  • Carmen17 de julho de 2015

    Ed você atua em que área? Gostaria de parceria em qual área?
    Atuo na área de Educação em Saúde e Educação coorporativa. Busco parcerias .

  • Kleber Ferreira14 de agosto de 2015

    Preciso de parceiros na construção empregadores

  • Elson17 de setembro de 2015

    Tenho uma equipe de trabalhadores no oficio de pint
    ura busco frente de trabalhos,obrigado 41.
    99070955

  • Augusto Leonel25 de setembro de 2015

    Excelentes dicas, procuro investidor anjo para os setores ambientais e reciclagem fotoquímica na Região Sul. Tim – (11) 98152-5212 – Oi – (41) 8506-0249 . augusto@rajabrasil.com.br

  • Hélder Honorato de O6 de outubro de 2016

    Excelentes medidas contra a crise ! Outrossim, Somos uma empresa de Angola com uma área de 3,5 Mil hectares de terra e pretendemos fazer investimentos no sector da avicultura , e criação de gado , assim como criar áreas de cultivo de formas a darmos sustentabilidade alimentar para os animais. Precisamos de parcerias estratégicas para desenvolver estes projetos ,com base no respeito , coparticipação de lucros , honestidade , integridade e sobre tudo trabalho. Por favor se não estiver em condições de fazer esta parceria não responda ao meu email. Pois precisamos de parceiros sérios!!

    Melhores Cumprimentos,

  • Rafael Vaz2 de março de 2017

    Eu tenho buscado alternativas para driblar as dificuldades financeiras, e uma dica que posso oferecer é buscar se especializar em algo que seja fácil de fazer e que tenha procura. Por exemplo, salgados e doces possuem grande demanda, e hoje em dia há cursos online excelentes sobre ambos. Em se tratando de doces, há o Curso Brigadeiro Gourmet Lucrativo, criado pela confeiteira e empreendedora Mel Oliveira. Trata-se de um curso completo, com grande aceitação e que pode mudar a vida financeira de qualquer pessoa. Quem tiver interesse recomendo que leia mais sobre o curso aqui: http://www.descontosja.com/curso-de-brigadeiro-gourmet-da-mel-oliveira-ajuda-voce-ter-uma-renda-extra.html

  • David6 de junho de 2017

    Uma ótima maneira de economizar dinheiro é usar códigos de desconto: https://cupomterra.com.br

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.