Startup brasileira lança livros digitais em Libras

Mais de 250 mil crianças de 800 instituições brasileiras já são impactadas pela tecnologia da PlayTable, apresentadas esta semana na Bett Educar 2017

Redação 12/05/2017
Redação 12/05/2017

Lançada em 2014, a PlayTable é a primeira mesa digital brasileira que oferece jogos educativos para crianças a partir dos três anos, baseados no conceito de ludopedagogia. Desenvolvida pela Playmove, a PlayTable será um dos destaques da Bett Educar 2017, feira que reúne anualmente milhares de profissionais da área de educação e apresenta novidades para o segmento. O evento acontece de 10 a 13 de maio, em São Paulo (SP).

Entre os lançamentos da empresa para o evento está a chegada de 10 livros digitais em Libras. A novidade une em um único dispositivo quatro linguagens simultâneas: escrita, visual (ilustrações), auditiva (contação de história) e Libras (Língua Brasileira de Sinais). No vídeo, a intérprete da linguagem de sinais interage com as animações do livro, facilitando a compreensão da história por crianças surdas.

Cristiano Sieves, especialista em ludopedagogia da Playmove, explica que o objetivo dos livros é facilitar a inclusão de alunos surdos nos momentos de interação com os livros. “Segundo a nova Base Nacional Comum Curricular do Ministério da Educação, os alunos devem estar alfabetizados até o segundo ano do Ensino Fundamental e para isso é importante a interação com os livros desde a Educação Infantil, que na PlayTable é feita de maneira lúdica e interativa. Crianças surdas geralmente acabam excluídas dos momentos de contação de história, e nossos livros em Libras chegam para incluí-las também nestes momentos”, avalia.

A PlayTable também passará a contar com 29 novos livros digitais da editora Ciranda Cultural. Os títulos contam com o conteúdo escrito e ilustrado e também a contação da história, facilitando a interação de crianças ainda não alfabetizadas.

Jogos em inglês e espanhol
Uma necessidade identificada pela Playmove, que vive um momento de expansão para a Europa, EUA e países Árabes, foi a de oferecer jogos em outros idiomas. Na Bett Educar, a mesa digital já contará com 10 jogos nas versões inglês e espanhol. “São opções pensadas também para escolas bilíngues, dando ainda mais opções de uso da PlayTable em sala de aula. Além da tradução, tivemos a preocupação de realizar a localização desses jogos, para que todo o enredo aconteça dentro da cultura dessas línguas”, explica o sócio-diretor da Playmove, Marlon Souza.

A arquitetura dos jogos, desenvolvidos em parceria com profissionais e estúdios nacionais e internacionais, leva em consideração conceitos apresentados em sala de aula e também promove a inclusão de crianças com deficiência, a cooperação entre os estudantes e a ampliação da coordenação motora e cognitiva.

Novos jogos educativos e parceria com o Clubinho Salva-Vidas
Entre os 16 jogos que serão lançados na Bett Educar, nove deles chegam de uma parceria com o Clubinho Salva-Vidas, projeto que surgiu com foco na conscientização sobre segurança no trânsito e hoje é um premiado portal de conteúdo infantil com foco em segurança e meio ambiente.

Entre as outras novidades que serão apresentadas, está o game Croac! Uma aventura musical, que utiliza a musicalização infantil para ensinar às crianças conceitos da lógica de programação. Também são lançamentos o Coelhos Construtores, que estimula a descoberta e identificação de cores e formas, o Box-in, que auxilia na ampliação do vocabulário de inglês, o Guardiões da Natureza – Mamíferos, que traz características de vários animais nativos do Brasil em um jogo no estilo “Super Trunfo” e o Edu no Planeta das Galinhas, que trabalha o tema da educação financeira.

Para o desenvolvimento do raciocínio e resolução de problemas foi desenvolvido o jogo Mini Ini Mo. Para o processo de alfabetização em português, inglês e espanhol os educadores poderão optar pelo Tap The Word. Já para o desenvolvimento da percepção visual a PlayTable apresenta o game Mão na Massa e a disciplina de matemática ganha o Segura o Panda.

Marlon Souza reitera que a PlayTable foi desenvolvida com o objetivo de ser uma ferramenta de apoio pedagógico aos docentes. “Os jogos para a PlayTable são pensados de acordo com as necessidades das instituições de ensino. São opções para apoiar o professor em sala de aula, reforçar e contextualizar o conteúdo aprendido. A PlayTable é, basicamente, um console que pode ser abastecido continuamente com novos jogos educativos, de acordo com a necessidade de cada instituição de ensino. Além disso, há sempre a possibilidade de se escolher o grau de dificuldade de cada jogo, facilitando o uso por diferentes faixas etárias e nível de conhecimento das crianças”, diz

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.