Última edição Edição 262 January 2017 Assine

90% das empresas são micro, mas só pagam 9% dos salários

redacao 17/05/2012
redacao 17/05/2012

 Do total de 4,6 milhões de empresas formalizadas no Brasil, 88,7% são microempresas, segundo dados do Cadastro Central de Empresas 2010, divulgado nesta quarta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Elas representam 26,6% da força de trabalho formal do país, contando seus sócios. No entanto, as remunerações totais distribuídas somam apenas 8,8% do montante pago no país. Os donos e sócios representam 54,6% da força de trabalho, enquanto seus funcionários são 45,4%. Elas empregam 14,6% dos brasileiros assalariados.

Essa discrepância de volume de renda distribuído em relação a empresas de portes maiores ocorre porque as remunerações pagas pelas microempresas são 43% menores do que a média geral do país. Segundo o IBGE, as micro pagaram em 2010 R$ 825,42 para cada trabalhador em média, ao passo em que o valor médio geral foi de R$ 1.461,37.

Em empresas de outros portes, o valor sobe gradativamente. Nas pequenas empresas, ficou em R$ 989,84; nas médias, R$ 1.349,08; e nas grandes, em R$ 2.019,57. Além disso, em um ano, a remuneração média nas microempresas caiu cerca de R$ 1, enquanto nas empresas de maior porte houve aumento.

Crescimento das micro foi de 6,3%

O crescimento das microempresas também foi abaixo da média do país. Enquanto elas cresceram 6,3% em 2010, a expansão média das empresas no país foi de 6,8%, segundo o IBGE.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.