Confira os benefícios da programação neurolinguística para os negócios

Segundo especialista, a ferramenta treina habilidades na área produtiva e gerencial, melhora a comunicação, promove a liderança e o comprometimento

Redação 03/04/2018
Redação 03/04/2018

A Programação Neurolinguística (PNL) é um sistema que há mais de 40 anos vem revolucionando o comportamento e o desenvolvimento humano. Em razão da sua comprovada eficácia em melhorar e potencializar o poder de comunicação e persuasão, a PNL é adotada por profissionais das mais diversas áreas, em especial a de negócios e vendas.

Nos últimos dez anos, seu valor vem sendo muito reconhecido, pois percebeu-se que não somente o desenvolvimento técnico da profissão é importante, mas também a comunicação na execução dos projetos corporativos e interação entre membros de uma equipe.

De acordo com Andrea Aragão, coach comportamental e de negócios com especialização em PNL, que atua na área há oito anos, o objetivo da programação neurolinguística é ser uma ferramenta estruturada que promove novas percepções pessoais e profissionais. “Quando aplicamos o PNL dentro do ambiente corporativo, temos como fim ampliar a performance da equipe e, em especial, dos gestores. Ela é hoje considerada um dos modelos mais eficientes em processos de mudanças​ duradouras e consistentes”, explica a coach.

No campo empresarial, a PNL treina habilidades na área produtiva e gerencial, melhora a comunicação, promove a liderança e o comprometimento. Segundo Andrea, os treinamentos resultam em aumento de produtividade, vendas e facilidade de negociação em geral. Empreendedores, profissionais liberais e organizações de todos os segmentos e tamanho podem se beneficiar com essas ferramentas.

Recentemente, a empresa Diners Club treinou cada gerente e representante da área de serviços nas habilidades da PNL para atendimento ao cliente e para comunicação interna. O resultado líquido foi um aumento de 254% nas compras dos clientes e uma redução de 67% nas perdas.

Outro uso comum da programação neurolinguística é seu uso tanto para questões emocionalmente complexas como depressão, pânico, vícios, fobias, timidez e insegurança, como para questões comportamentais mais simples, como uma dificuldade de estudar ou resistência para praticar exercícios. “Mais do que um tratamento, a PNL oferece um processo catalisador de desenvolvimento pessoal em qualquer área da vida”, conclui Andrea.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.