Com 14 lojas fechadas, Carrefour conclui reestruturação no País

redacao 29/09/2011
redacao 29/09/2011

O fechamento de oito lojas Carrefour Bairro no interior paulista, noticiado pelo Portal SM na última segunda-feira, marcou o encerramento do processo de encolhimento da rede francesa no País.

Iniciado há cerca de um ano, o plano foi definido para elevar os resultados da rede com o fechamento de unidades deficitárias. Ao todo, foram encerradas as atividades de 14 lojas nas últimas duas semanas. O Carrefour é proprietário de 10 desses pontos comerciais – os outros 4 eram alugados. Segundo o jornal Valor Econômico, redes médias e grandes estudam a compra desses pontos. Entre os interessados, segundo a publicação, estariam Cencosud e Zaffari.

O Carrefour mantém hoje no Brasil 103 lojas de hipermercados, 41 supermercados e 74 unidades da bandeira de cash & carry Atacadão. Em relação ao mesmo período de 2010, a empresa perdeu 12 lojas de hipermercado e 8 de supermercado. Já o formato atacarejo, o mais rentável da empresa atualmente, passou de 59 lojas há um ano para 74 agora.

Das 14 lojas fechadas, 8 foram adquiridas há cerca de dois anos da antiga rede Gimenes, negociação na qual o Carrefour pagou R$ 45 milhões, valor que inclui duas unidades que continuam em operação na cidade São Carlos. “A Gimenes estava mal há pelo menos cinco anos. Quando o Carrefour comprou as lojas, sabia que a reestruturação levaria pelo menos dois anos. Faltou paciência porque faltou dinheiro. Eles precisam colocar a casa em ordem e não podem esperar mais”, afirmou um ex-executivo do Carrefour ao jornal Valor Econômico.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.