Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Consultor dá dicas de como promover negócios na internet

redacao 08/02/2012
redacao 08/02/2012

Eduardo Favaretto recomenda que empresário teste cada fase da entrada da empresa na rede

Quem não tem competência, não se estabelece, diz o ditado. É assim também no empreendedorismo digital, acredita Eduardo Favaretto, criador da Ibuscas e especialista em internet. Ele abriu o ciclo de palestras da tarde desta terça-feira (7) do Like a Boss, o espaço do Sebrae na área Expo da Campus Party. “O empresário precisa entender que a empresa deve vir antes do que qualquer mídia. Um olhar minucioso para dentro dos sistemas de informação da empresa pode livrar o empresário de uma série de problemas”, aconselha.

“Tecnologia da Informação não é custo, mas estratégia. O empresário precisa saber se o servidor da empresa está atualizado, se o sistema de segurança da empresa não é pirata. As informações na rede circulam muito rápido e ele pode ter dados roubados sem saber”, diz o consultor. Outra dica é descobrir “em que era situa-se a tecnologia utilizada na empresa”. Favaretto explica que “estamos na web 2.0, onde tudo está se conectando, mas a empresa pode estar na era PC ou web 1.0, onde apenas recebe e manda e-mail. Se for assim, é preciso mudar essa situação”.

Passada a fase do aperfeiçoamento interno, Favaretto dá algumas pistas de como os empreendedores digitais podem promover os seus negócios com as ferramentas de comunicação e publicidade da internet. Depois de capacitar bons colaboradores, ter foco e planejamento nos investimentos, o próximo passo é criar um modelo próprio e um projeto piloto de cada fase durante um ou dois meses. “O desempenho desse projeto determinará a continuidade das ações”, assevera. Erros graves como deixar uma página do site “em construção” ou demorar mais do que 24 horas para responder um e-mail são comuns em empresas que não se planejaram.

Há aspectos essenciais que o empresário deve cuidar antes de colocar sua empresa na internet: o site precisa ter conteúdo atualizado. “Crie um blog com a sua opinião a respeito do seu negócio e utilize o e-commerce disponível”, aponta. Não só as empresas que vendem produtos podem ter e-commerce. Favaretto recomenda a ferramenta também às prestadoras de serviços. Em seguida, diz, “é preciso pensar nos aspectos complementares como a publicidade on line, os buscadores, a mídia social”.

Ao utilizar os recursos disponíveis, recomenda Favaretto, “é preciso ficar atento: monitore sempre suas ações na internet, coloque uma barra de buscas em seu site, construa sua própria rede social – com assuntos e pessoas ligadas ao seu negócio, estruture-se para a web semântica, que será a Web 3.0”.

Oportunidades

A professora Fátima Pereira Gomes, do Instituto Federal Fluminense, está acampada com 10 alunos na Campus Party. Segundo ela, os jovens consomem cada vez mais produtos indicados nas redes socais. “As palestras do Sebrae estão imperdíveis, principalmente para quem quer começar a trabalhar", avalia.

O jovem empresário brasiliense Thales Biondi, proprietário da Geeks Propaganda, vai completar um ano de mercado e acredita que as ferramentas de comunicação on line estão cada vez mais difundidas nas empresas. “Nosso trabalho é gerar ideias e informações sobre as empresas na rede. Já temos mais de 15 clientes que querem todo o tipo de soluções possível”, conta.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.