Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Criatividade é grande, mas ainda há amadorismo quando o assunto é ter uma empresa

redacao 21/01/2011
redacao 21/01/2011

Criatividade é grande, mas ainda há amadorismo quando o assunto é ter uma empresa, alertam especialistas

Os empreendedores brasileiros, apesar de criativos, ainda têm pouco conhecimento para formatar modelos negócios sustentáveis no mundo digital. Especialistas e empreendedores digitais participaram no final da manhã desta terça-feira (18) da palestra sobre startups e empreendedorismo digital, promovida pelo Sebrae, na Campus Party, em São Paulo. As startups são empresas nascentes com menos de dois anos.

Segundo Diego Remus, do blog Startupi, cerca de 400 novas startups digitais nasceram de março a novembro do ano passado. Dessas, menos de 10% têm alguma inovação. A maioria são cópias de projetos que já existem. A Startupi é um blog lançado em dezembro de 2008 e voltado para o mercado de startups de tecnologia. É mantido com investimentos internacionais.

Para Maria Carolina Cintra, diretora de Inovação da Kingolabs, existem excelentes idéias, mas o amadorismo na hora de ter uma empresa ainda é muito grande. A Kingolabs é uma empresa que produz conteúdo para empresas nas redes sociais, patrocinado em seu primeiro ano de existência por um angel (sócio-investidor).

A analista técnica do Sebrae, Viviane Vilela, especialista em mídias digitais, acredita que a solução para alavancar novos modelos de negócios seja o investimento em educação. “Quem tem uma idéia boa precisa estudar, pesquisar e ler sobre esse assunto e o mercado para depois procurar entidades como o Sebrae para ajudar a formatar um plano de negócios. O modelo quem deve criar é o empreendedor”.

A empresária Carolina Cintra disse que para conseguir o investidor é preciso um plano de negócios com números e informações. “Projetos; e não conseguimos atingir os resultados esperados no primeiro ano. Persistimos e hoje já colhemos os frutos”.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.