Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Demanda das empresas por crédito recua 4,7% no primeiro semestre deste ano

redacao 23/07/2013
redacao 23/07/2013

A busca das empresas por crédito no país recuou 4,7% no primeiro semestre deste ano em relação a igual período de 2012, informa levantamento divulgado pela empresa de consultoria Serasa Experian. Esse é o segundo pior resultado do indicador desde 2007, quando teve início a série histórica. A maior queda ocorreu no primeiro semestre de 2009, quando houve recuo de 6,7%.

Os economistas da Serasa avaliam que esse resultado reflete “as incertezas quanto à recuperação da atividade econômica doméstica e o processo de elevação das taxas de juros”. Na comparação mensal, no entanto, o índice teve acréscimo de 0,9% em relação ao mês anterior. Também houve elevação de 0,6% em relação a junho do ano passado.

As micro e pequenas empresas registraram o maior recuo na demanda por crédito no acumulado do ano, com variação negativa de 6,8%. As médias empresas, por outro lado, avançaram 6,3% na busca por crédito de janeiro a junho de 2013. E um acréscimo ainda maior (18,6%) foi registrado nas empresas de grande porte.

Na análise por setor, verifica-se queda em todas as áreas analisadas. O maior recuo nos primeiros seis meses do ano ocorreu nas empresas que atuam no comércio (-7,4%). Nas empresas industriais, a queda também foi alta, com variação negativa de 6,2%. O setor de serviços, por sua vez, teve uma queda menor, com variação de -1%.

A Região Sul do país foi a que teve maior diminuição da busca por crédito de janeiro a junho, com variação negativa de 7,2% ante o mesmo período do ano passado. Nas regiões Nordeste e Sudeste, as quedas acumuladas em 2013 alcançaram 4,6% e 4,1%, respectivamente. Apesar de também terem registrado queda, o Centro-Oeste e o Norte tiveram recuos menores, com taxas de -3,7% e -3,2%, respectivamente.

Informações Agência Brasil

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.