Empreendedor cria programa de treinamento para salvar empresas da falência

Claiton Luiz, dono da Line Coaching, salvou sua própria empresa e hoje tem como missão transformar economicamente um negócio

Marlon Aseff 15/03/2018
Marlon Aseff 15/03/2018

A Line Coaching nasceu de um sonho arrojado: criar o programa mais completo de treinamento de empreendedorismo do Brasil, que tem como objetivo salvar empresas à beira da falência. Clailton, um catarinense de 46 anos, nasceu no ramo gastronômico, apaixonado por culinária quis montar um negócio com a proposta de atender eventos corporativos e sociais. Foi o dono do buffet pioneiro a levar a Florianópolis um cardápio em “finger food”, comida servida em pequenas porções, tornando-se referência nacional em atendimento a clientes renomados e exclusivos. A empresa também atendia no segmento de alimentos & bebidas em hotéis e clubes, abriu um restaurante, viveu o auge da fama, tendo em seu staff os melhores chefs de cozinha, garçons e operacional da região.

Com o crescimento exponencial, convidou dois sócios para ajudar no gerenciamento e tudo parecia indo bem, agenda cheia, faturamento expressivo e filas de espera para atender a eventos. Muito envolvido com o operacional, em um dado momento, Clailton se deu conta que perdeu o controle das finanças e o gerenciamento de sua equipe. “Com a experiência amarga do meu negócio, percebi que devemos criar um sistema que pode ser gerenciado por qualquer outra pessoa, a empresa não pode depender exclusivamente do dono”, ressalta.

Quase entrou em falência por não ter controles, processos e um programa de treinamento bem executado, resolveu assim criar algo próprio que atendesse e solucionasse os problemas que enfrentava. “Nós devemos buscar o conhecimento e nos munirmos de estratégias para mudar, eu precisava de algo que realmente funcionasse para sair de mais de 1 milhão de dívidas que estávamos”, lembra o empreendedor.

Seis meses após implantarem o plano desenvolvido, o negócio estava salvo, sem dívidas e prosperando novamente. A partir de então, vários empresários da região solicitaram ajuda para também acharem um caminho que solucionasse os inúmeros problemas de um empreendimento. Com o intuito de suprir uma necessidade explícita do mercado empresarial, resolveu então vender sua parte no buffet e abrir algo que contribuísse expressivamente com a mudança de cultura e de gerenciamento. O desafio da Line Coaching é implantar e colocar em prática um protótipo que funcione sem a presença de quem a fundou, tendo como missão transformar economicamente um negócio, uma cidade, um país.

Atualmente Clailton viaja o país ministrando palestras e treinamentos, abrindo franquias de sua empresa em várias regiões, inclusive com propostas para o exterior. Tem 5 mil alunos em formação em Coaching onde subsidia 90% do valor do investimento para capacitação de pessoas.

Empresa Salva em 10 Passos:

1 – OBJETIVO PRIMÁRIO: Conscientização de que empresário e empresa são coisas distintas, identifica-se os objetivos e sonhospessoais do empreendedor de forma descolada do seu negócio, porque é comum que as duas coisas se misturem ao longo do tempo, onde atrapalha a evolução da empresa. O objetivo primário é a vida do empresário, não a empresa.

2 – OBJETIVO ESTRATÉGICO: Construção do Canvas, mapa mental e o planejamento estratégico do negócio, estudo de mercado para identificação do público-alvo, comunicação assertiva com o consumidor e identificação da proposta de valor da empresa. Construir de forma prática um protótipo de um negócio de sucesso, fundamentado em cases do mercado que deram certo. Trabalhar as três fases do negócio:Infância, Adolescência e Maturidade. Identificar importância dos processos organizacionais para que a empresa não dependa de pessoas, mas sim de estratégias.

3 – OBJETIVO ORGANIZACIONAL: Organização da estrutura, setores (departamentos) e colaboradores. Elaboração dos POPs (Procedimento Operacional Padronizado). Definição do nível hierárquico, organograma e responsáveis em cada função. Construção do regulamento do negócio e definição de regras.

4 – PLANO DE DESENVOLVIMENTO: Reforçar o grande objetivo desse programa, o grande propósito da sua vida e do seu negócio. Seu objetivo estratégico, para onde você vai com sua empresa, qual sua estratégia. Com a ausência de estratégia o empresário corre perigo de viver na estratégia dos outros.

5 – ESTRATÉGIA DE MARKETING: Preparação de seminários, estudo da “mente do consumidor”. Como chamar a atenção, despertar o interesse, criar o desejo e levar o consumidor a consumir o seu negócio, estudo do público-alvo, do mercado e seus principais concorrentes. Categorização do portfólio de produtos e serviços, precificação e divulgação.

6 – ESTRATÉGIA FINANCEIRA: Definição dos principais indicadores diários, semanais e mensais, controle do DRE e Fluxo de Caixa da empresa, que são cruciais na proteção e aumento da lucratividade. Identificação dos custos fixos, despesas variáveis, vendas, margem, ponto de equilíbrio, identificar a verdadeira lucratividade do negócio.

7 – SISTEMA DE GESTÃO: Implantação de gestão de processos através de um sistema próprio seja utilizando softwares, planilhas ou aplicativos. Implantação de gerenciamento de sistemas e estudos de estratégias aplicadas para o negócio. O negócio precisa atuar como um protótipo que deva funcionar até sem a presença do dono.

8 – O CAMPEONATO: A empresa precisa oferecer aos colaboradores mais do que um salário. Precisa dar a eles um jogo para se jogar, com prêmios e regras bem elaboradas. Mudança de “mindset”, onde o empreendedor começa a enxergar a empresa como um Clube Esportivo. Onde os colaboradores são os “jogadores” e a torcida seus consumidores. Fase de definição de metas e construção das estratégias do “jogo”.

9 – REINAUGURAÇÃO INTERNA: Finalização do “Modelo de Negócio”, hora de vender a nova fase para os clientes mais importantes de um negócio, os atuais colaboradores. Apresentar a eles todas as mudanças da empresa, divulgar a “Missão, Visão e Valores”, fase contratação de “novos jogadores” (caso necessário).

10 – LIDERANÇA ESTRATÉGICA: O empreendedor se transforma em um verdadeiro líder, modelo e exemplo, com uma equipe comprometida com os projetos e objetivos do negócio. Aqui ele é oCoach, o treinador, o grande líder, admirado pelos colaboradores por ter criado um sistema incrivelmente fácil de jogar.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.