Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Empreendedores criam 15 projetos de startups inovadoras

redacao 25/02/2014
redacao 25/02/2014

Reunidos na sede do Sebrae Nacional, jovens de todo o país desenvolveram modelos de negócios com potencial para conquistar o mercado

Depois de uma maratona de 54 horas de trabalho, os 125 empreendedores reunidos na sede do Sebrae Nacional durante o final de semana criaram e começaram a desenvolver 15 startups em diferentes áreas como gastronomia, saúde, transporte, idiomas, turismo e serviços de limpeza. Na noite desse domingo (23), três delas foram selecionadas e premiadas. Agora, os jovens poderão criar uma micro ou pequena empresa a partir das ideias surgidas no Startup Weekend e, para isso, contarão com apoio do Sebrae.

“Tudo o que foi discutido aqui ainda é ideia e não negócio, por enquanto. Esses empreendedores devem buscar orientação do Sebrae para aprender sobre liderança, relacionamento, apresentação, formação de equipes e uma série de estratégias de mercado que todo empreendedor deve saber”, afirmou o gestor do Projeto de Startups do Sebrae, Márcio Brito.

O primeiro colocado, a Vai Sim – uma agência de viagens on line especializada em vender pacotes de turismo segmentados para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida – ganhou uma consultoria jurídica e outra tecnológica, além de quatro ingressos para integrantes do grupo participarem do próximo encontro voltado para o desenvolvimento de startups, previsto para ocorrer em abril, em Brasília. “Tive a ideia de montar essa agência depois de desenvolver uma campanha para o Ministério do Turismo voltada para esse segmento. Sempre fui um homem de ideias, mas é a primeira vez que penso em abrir uma empresa. Vou sentar com os mentores e ver o que tem que ser feito”, disse o publicitário Cristiano Prata, de 34 anos, líder do grupo ganhador.

Mas, durante o Startup Weekend, outros 14 protótipos de empresas e projetos com grande potencial de crescer e conquistar o mercado foram discutidos. Agora, cabe a cada grupo buscar formas de colocá-los em prática. “Eu tenho muita vontade de prosseguir com a ideia se conheço pelo menos outras quatro pessoas do grupo engajadas. Como isso vai acontecer, eu não sei”, confessou o publicitário Lucivam Queiroz da Costa, 25 anos, líder do grupo que ficou em segundo lugar, criador do aplicativo Cadê o Busão. 

Pela ideia do grupo, o aplicativo de celular seria alimentado de forma colaborativa por passageiros de ônibus para trocar informações sobre horários e localização dos coletivos. Assim, um usuário pode saber em que parada está o ônibus que ele espera e até mesmo se o coletivo quebrou no caminho. Além de desenvolver uma identidade visual para o aplicativo, foi criado um modelo de negócios para financiar o projeto.

Durante o fim de semana, a equipe conseguiu vender um anúncio. “Uma comerciante de Ceilândia pagou R$ 50 para ter um anúncio veiculado no aplicativo por um mês. Assim, além da aprovação dos usuários do transporte público, conseguimos provar que tem gente disposta a colocar dinheiro no negócio”, contou Lucivam. Os integrantes da Vai Sim venderam um pacote de uma semana para uma cadeirante viajar para Porto de Galinhas, em março, por R$ 4.550.

Startup Weekend

O Startup Weekend aconteceu simultaneamente em 17 cidades do mundo entre sexta e domingo. Foi a terceira vez que a capital federal sediou o evento e a edição deste ano foi a de maior procura. Até junho, 28 edições estão programadas para acontecer no Brasil. Em 2013, 800 cidades do mundo receberam o Startup Weekend e a previsão para 2014 é que o número passe de mil.

1 Comentário

  • Givanildo9 de março de 2015

    Gostaria de receber informações.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.