Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Micro e pequenas empresas ganham capacitação para fornecer para Petrobras

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

Integrar o seleto cadastro de fornecedores da Petrobras é o desejo de micro e pequenas empresas que convivem com as unidades de negócio da companhia, presentes em diversas regiões do País.

As oportunidades comerciais para essas empresas, no entanto, não se encontram apenas no âmbito da Petrobras. Elas também existem nas grandes empresas parceiras da companhia e ao longo de toda a cadeia produtiva de P&G (petróleo e gás).

Segundo informou a Agência Sebrae de Notícias, para as MPEs, o desafio é trabalhar de acordo com as exigências e demandas desse setor. Elas devem se tornar mais competitivas sob vários aspectos, inclusive para substituir as importações de produtos e serviços.

O relacionamento entre Petrobras, grandes empresas contratadas e fornecedores nacionais de pequeno porte está baseado em alto desempenho empresarial, que visa ao desenvolvimento sustentável de municípios, regiões e estados.

Inserção de MPEs

Em outubro de 2004, foi assinado um convênio entre Petrobras e Sebrae, com o objetivo de apoiar empresas de pequeno porte nos negócios do setor em todo o País, capacitá-las e qualificá-las e ainda mobilizar grandes empresas para contratá-las.

Graças ao convênio, entre 2004 e junho de 2008, 2.207 empresas foram qualificadas e outras 6,3 mil participaram de seminários, capacitações e consultorias. Nesse período, foram investidos pelo Sebrae e Petrobrás R$ 12 milhões.

"Nós precisamos das empresas fornecedoras e elas de nós. Queremos melhorar nosso negócio, o negócio delas e a cadeia produtiva de petróleo e gás como um todo", afirmou o gerente do Cadastro de Bens e Serviços da Petrobras, Ernani Turazzi.

A Petrobras não mudou a maneira de trabalhar, mas a forma de se relacionar com as MPEs fornecedoras, segundo Turazzi. "Padrões de gestão e qualidade são definidos para que nossos fornecedores possam segui-los e, desse modo, estamos auxiliando o desenvolvimento das empresas para nos atender e atender a toda a cadeia", explica.

Geralmente as oportunidades de negócios estão nas áreas de manutenção industrial, metalmecânica (caldeiraria, usinagem, soldagem), construção e montagem (projetos de engenharia), refrigeração (manutenção, projeto, montagem), tecnologia da informação, segurança, pintura, serviços gerais, alimentação, hospedagem, vestuário e calçados.

Segunda edição do convênio

Na segunda edição do Convênio Sebrae/Petrobras, assinada em junho deste ano, mais três estados (PE, SC e SP) serão contemplados e o número de empresas beneficiadas pelos projetos do convênio será ampliado. As ações dessa nova etapa seguem até 2011 e contarão com um investimento de R$ 32 milhões.

Na nova etapa da parceria, o foco será a implementação de programas de apoio ao desenvolvimento tecnológico e inovação das MPEs da cadeia P&G. Diagnósticos locais e levantamentos de oportunidades de negócios continuarão a ser realizados nos pólos e APLs (Arranjos Produtivos Locais) do setor. O fortalecimento da governança local das Redes Petro e dos APLs também estão entre os objetivos da segunda edição do Convênio Sebrae/Petrobras.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.