Pequenos negócios triplicam geração de empregos em fevereiro

redacao 28/03/2014
redacao 28/03/2014

Saldo foi de 148 mil vagas, melhor resultado para o mês desde 2011

O mercado de trabalho nos pequenos negócios apresentou em fevereiro o melhor resultado para o mês desde 2011, segundo levantamento realizado pelo Sebrae, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados (Caged) do Ministério do Trabalho. O saldo positivo de postos de trabalho com carteira assinada foi de 148,1 mil vagas, três vezes acima do que o número apurado em janeiro e o dobro do contabilizado no mesmo mês do ano passado.

“Com esse resultado, já foram criados nos dois primeiros meses deste ano cerca de 200 mil vagas, 60% a mais do que o saldo registrado no mesmo intervalo do ano passado”, revela o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. Segundo ele, o número positivo foi influenciado pelo Carnaval, em segmentos como hotelaria e indústria de bebidas. Barretto prevê ainda que o mercado de trabalho nos pequenos negócios continue aquecido ao longo de 2014, principalmente no setor de Serviços, em função dos empregos criados com a Copa do Mundo da FIFA de 2014 e as eleições.

As pequenas e microempresas responderam por 56,8% do total da criação de vagas de trabalho formais no Brasil em fevereiro, mas, em setores como a Construção Civil, o índice ultrapassou os 96%. O saldo líquido nos pequenos negócios da área foi de 24,1 mil vagas, enquanto as empresas de médio e grande porte criaram 946 vagas.

O saldo de empregos gerados nos pequenos negócios foi positivo em todos os setores da economia, inclusive na Agropecuária (9,6 mil vagas) – que apresentou uma retração de 3,5 mil empregos nas médias e grandes empresas. No setor de Serviços, a criação de vagas nos pequenos negócios registrou um incremento de 75,9 mil postos de trabalho. No Comércio, no mesmo período, foram criadas 13,4 mil empregos. Na Indústria da Transformação, os empreendimentos de micro e pequeno porte foram responsáveis pela criação líquida de 24 mil postos.

O total de empregos formais nos pequenos negócios foi positivo também em todos os estados brasileiros. Em São Paulo, foram 45,2 mil vagas e, em Minas Gerais, 14,8 mil. O Paraná fechou o mês com 12,7 mil novos postos de trabalho.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.