Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Resistência a mudanças é principal causa de pedidos de demissão de executivos

redacao 02/02/2012
redacao 02/02/2012

Resistência a mudanças é, para especialista, principal causa de pedidos de demissão de executivos

Buscar por um executivo em alguma empresa e se deparar com a resposta “ele não trabalha mais aqui” é uma situação bem característica do atual mercado de trabalho. A ideia de associar a imagem de um executivo à empresa em que trabalha parece mesmo ser coisa do passado. Isso porque é cada vez mais comum executivos trocarem periodicamente de empresas, o que não se via muito algumas décadas atrás. Esta prática de mudança, de acordo com a especialista em desenvolvimento organizacional, Eliana Dutra, funciona como se o profissional tivesse um prazo de validade. O motivo? Segundo ela, resistência a mudanças.

São diversos motivos que fazem com que executivos deixem a empresa em que trabalham. Um dos mais comuns é a sensação de que não há mais nada a se fazer lá. “Depois de utilizar uma estratégia e conseguir sucesso – ou não – muitos executivos se veem ´vencidos´ e desejam começar do zero em outro lugar” – explica Eliana, acrescentando que outros fatores são relevantes nesse processo, dentre eles, a própria política motivacional da empresa.

De acordo com ela, o pedido de demissão é motivado por falta de perspectiva de crescimento, falta de visão e, principalmente, por resistência a mudanças internas. “É tudo uma questão de resistência. Alguns não enxergam que é preciso mudar de estratégias e, por isso, saem. Outros enxergam, mas não conseguem ter outra postura por já estarem há muito tempo fazendo as coisas do mesmo jeito. Estes também tem medo de falhar ao optar por outros métodos” – afirma, completando que a insegurança contribui significativamente nesse aspecto.

Para finalizar, a especialista diz que no intuito de evitar erros precoces e auxiliar na abertura de novas oportunidades, existem ferramentas que podem auxiliar esses executivos. O coaching, por exemplo, é uma delas e pode ser determinante. “Um executivo que tem o acompanhamento de um coach experiente pode se prevenir de tomar decisões precipitadas e aprender a controlar a ansiedade” – diz Eliana, acrescentando que a experiência faz toda a diferença, já que na atualidade é cada vez mais comum chegar ao topo rapidamente.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.