Sua empresa está preparada para 2017?

Três dicas que contribuem com o alinhamento estratégico e com o sucesso das corporações

Redação 29/12/2016
Redação 29/12/2016

Depois de um ano difícil para a maioria das empresas, como todas elas podem ter um 2017 melhor e com mais sucesso? Fazer, ainda esse ano, uma reflexão sobre o quanto os sócios, ou executivos mais estratégicos, estão alinhados entre eles e ao planejamento do negócio e avaliar quanto o plano está adequado ao cenário atual, é  fundamental, diz a Master Coach da Effecta Coaching, Janaina Manfredini. O alinhamento estratégico é fundamental para garantir o sucesso de um negócio.

Como o próprio nome sugere, é um processo em duas vertentes. A primeira delas em cinco passos.  “Olhar para validar ou definir aonde a empresa quer chegar. Parece óbvio. Mas não é.  É preciso “clarificar” isso e compartilhar para que todos sonhem juntos esse sonho. Depois é necessário reavaliar o propósito de tudo.

Qual a razão que faz com que tudo valha a pena? A partir daí é fortalecer os princípios que não se abre mão e traçar objetivos estratégicos macros com algumas evidências de sucessos – que é como saberemos quando alcançamos cada um deles. Depois é traçar o passo a passo necessário para chegar até cada uma delas”, orienta Janaina.

Em paralelo a construção dos cinco passos, é importante que cada um passe por um processo de potencialização individual, para que esteja em sua melhor performance para contribuir com o todo. Esta é a segunda vertente e a metodologia do coaching proporciona a aceleração de resultados, promovendo um alto nível de comprometimento e melhorando significativamente a interação do time principal e, consequentemente, dos times liderados. “É claro que o que queremos é que a organização esteja inteira na mesma direção e, com esses passos bem definidos, isso é uma consequência natural, que vai demandar liderança, entusiasmo e desenvolvimento de equipes”, esclarece Janaina. Veja três dicas para cada um contribuir com o alinhamento:

Não espere. Sempre saia na frente. A grande maioria das empresas decide pelo alinhamento estratégico quando sente que o negócio “saiu das mãos” e está “fora do controle”. Um equívoco. “O indicado é que ele esteja pronto antes de um negócio existir. Afinal, as mudanças podem ser encaradas como abandono do conforto. Mas nunca é tarde para alinhar uma organização para que funcione melhor e com melhores resultados”, ressalta Janaina.

Todos podem se beneficiar. Você também.  A maioria das empresas  passa por incertezas, instabilidades, queda de faturamento, de produtividade e riscos. Ou seja, negócios dos mais diferentes níveis, setores e abrangências.

Procure profissionais capacitados para ajudar a fazer o alinhamento estratégico. Um profissional que os provoquem a encontrar os melhores caminhos, cuidado com os modelos de caminhos prontos,  pré-formatados, que não levam em consideração as particularidades  da sua realidade, da cultura da empresa, a cultura do empreendedor.  Parecem mais fáceis, porém são menos profundos e longevos. Não terceirize essas diretrizes.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.