Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Sustentabilidade: agende coleta gratuita de eletroeletrônicos pela web

redacao 18/03/2011
redacao 18/03/2011

A maioria das pessoas que pretendem realizar um consumo consciente não sabe o que fazer com um eletroeletrônico ultrapassado, que não está mais em uso ou quebrado. De fato, existe uma falta de postos de coleta para reciclagem.

Porém, uma empresa da capital paulista percebeu esse nicho de mercado e começou a oferecer gratuitamente o serviço para recolher nas casas dos consumidores os aparelhos eletrônicos, por meio do agendamento virtual.

O Cidadão Eco está funcionando há pouco mais de um ano na região metropolitana de São Paulo e aceita os seguintes equipamentos:

Acessórios diversos;
Aparelho de som e DVD;
Câmeras;
Carregadores;
Celular;
Equipamentos de informática;
Fios;
Mídias (CDs, DVDs);
Placas de computador;
Televisores;
Vídeocassete.
Como utilizar o serviço?
Os consumidores que têm equipamentos para descartar precisam acessar o site http://cidadaoeco.com.br/agendar-retirada e preencher um formulário com nome, endereço, tipo de eletroeletrônico a ser entregue e data para o recolhimento.

Os moradores de outras cidades e estados não são contemplados pela coleta, de acordo com o Instituto Akatu. Porém, podem encaminhar os aparelhos pelo correio: Caixa Postal 3505 / CEP 09950-971 / Diadema (SP). O Cidadão Eco só não recebe correio a cobrar.

Além do serviço on-line, a empresa tem parcerias com estabelecimentos comerciais para que se tornem postos autorizados de descarte. Até agora, há três opções:

Academia BIOClub Fitness (Vila Santa Catarina): recebe aparelho de som, cabos, caixa de som, câmera fotográfica e de calcular, carregador, cartucho, CD, celular com e sem bateria, chip GSM, computador, CPU, DVD, estabilizador, filtro de linha, fone, fonte, impressora, monitor, mouse, MP3 player, notebook, projetor, rádio, servidor, teclado, telefone, toner, videocassete e videogame.
On3W Web (Vila Madalena): recebe celular com ou sem bateria e acessórios.
Senai – Serviço de Aprendizagem Industrial (Santo Amaro): recebe celular com ou sem bateria e acessórios.
O recolhimento nesses locais é feito a cada 200 quilos de eletroeletrônicos acumulados.

Conheça o caminho do lixo eletrônico
Depois de recolhidos, os eletrônicos passam por uma triagem e são desmontados. "Separamos plástico, vidro, ferro, papel e as partes eletrônicas, como placas e fios. Cada tipo de material é encaminhado para uma indústria diferente e reutilizado como matéria-prima", detalha Paulino Andrade, idealizador do projeto.

Essas companhias, então, vão ficar responsáveis pelo retorno dos itens à cadeia produtiva, por meio da destinação correta. "O que ontem era aparelho, hoje é resíduo e, para o Cidadão Eco, este resíduo é matéria-prima e economia do consumo de recursos naturais", destaca o portal da empresa.

Nova legislação
O Cidadão Eco é especializado no que chamamos de logística reversa, que está contemplada na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e é um dos pontos fundamentais para o sucesso da gestão de resíduos no País.

Regulamentada em dezembro de 2010, ela ainda está em processo de implementação pelo governo, mas as empresas já devem começar a mudar suas atitudes, pois terão quatro anos para se adaptar à lei e se responsabilizar pelo recolhimento dos resíduos resultantes dos produtos que vendem.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.