Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Varejo inicia ‘guerra’ das liquidações

redacao 04/01/2011
redacao 04/01/2011

Redes oferecem até 80% de desconto em eletrônicos, vestuário e móveis e parcelamento de 18 meses, com entrada em março

Logo após o melhor Natal da década para o comércio, grandes redes varejistas começaram o ano com uma guerra de liquidações. Além de descontos que chegam a 80% sobre o preço de etiqueta de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, móveis e artigos de vestuário, entre outros, são oferecidas facilidades de pagamentos, como o parcelamento em até 18 meses sem juros no cartão, com a entrada só em março.

Os chamados saldões de Natal viraram tradição nos meses de janeiro, período em que normalmente os lojistas renovam seus estoques e dão cabo das mercadorias que não foram vendidas nas festas de fim de ano.

Nos últimos anos, contudo, a motivação tem sido outra. Diante de resultados favoráveis do varejo em dezembro e dos estoques enxutos nas lojas, as liquidações passaram a fazer parte das estratégias para o comércio impulsionar as vendas em janeiro, que até pouco tempo atrás era considerado o pior mês do ano para as lojas.

A ação dos lojistas parece dar bons resultados. Tanto que, em algumas redes, janeiro chega a ser o terceiro melhor mês para vendas do ano, atrás apenas de dezembro (Natal) e maio (Dia das Mães).

Pechinchas. Para o consumidor que voltou às lojas para trocar algum presente ou deixou para ir às compras depois do Natal, pode ser uma boa oportunidade aproveitar os descontos.

As lojas Extra, por exemplo, oferecem TVs de 42 polegadas, que custavam R$ 2.100, por R$ 1.599. As ofertas vão até o dia 9 e incluem outros eletroeletrônicos. A rede oferece também condições especiais de pagamento em até 18 vezes sem juros nos cartões Extra, sendo a primeira para o mês de março.

Na verdade, o Extra promoveu seu saldão de fim de ano entre os dias 26 e 31 de dezembro, com descontos de até 70%. O resultado, segundo o diretor de Operações Geraldo Monteiro, foi um aumento das vendas de 25% em comparação com a promoção realizada no ano passado. Para aproveitar a onda de consumo, a rede resolveu lançar novas campanhas este mês, entre as quais está o Liquida Eletro.

Disputa. A concorrência não ficou parada. No Carrefour, a campanha começou ontem, com oferta de descontos de até 80% em diversos produtos nos setores de bazar, eletro e têxtil.

A rede espera um incremento nas vendas de 50% nas categorias ofertadas. Além dos descontos, o cliente que possui cartão Carrefour pode adquirir produtos de bazar e têxteis em até dez vezes sem juros, segundo a empresa. No segmento de eletro, o parcelamento sem juros chega a 18 vezes.

No Walmart, o saldão vai até o dia 5 de janeiro e inclui produtos eletroeletrônicos, eletrodomésticos e de informática com descontos de até 70%. Segundo a rede, o pagamento pode ser parcelado em até 15 vezes sem juros no Hipercard.

Entre os produtos oferecidos com desconto pelo Walmart estão o notebook Acer E-machine, de R$ 1.098 por R$ 898, e o refrigerador Electrolux Frost Free, de R$ 1.298 por R$ 998.

A expectativa do Walmart é de que as vendas aumentem 20% em comparação com o mesmo período de 2010.

A Casas Bahia também iniciou ontem a primeira grande liquidação do ano. Todas as linhas de produtos são oferecidas com descontos variáveis até 70%. A campanha, válida para todas as lojas nos mercados em que a rede atua, seguirá enquanto durarem os estoques.

Já a Lojas Cem optou por dois dias de promoção, na sexta-feira e no sábado desta semana. A rede promete oferecer descontos e condições especiais de pagamento para todos os itens da loja. Mas os detalhes ainda são mantidos em segredo pela rede. "Queremos nos diferenciar da concorrência", diz o diretor de relações com o mercado da Lojas Cem, Valdemir Colleone.

Nos shopping centers, a temporada de liquidações começará na segunda metade de janeiro. As promoções feitas nessa época duram às vezes até meados de fevereiro.

Descontos

R$ 1.998
era o preço de um televisor Toshiba de 42 polegadas, full HD, com conversor, vendido no Walmart antes da liquidação

R$ 1.698
é o preço cobrado durante o saldão da rede, o que equivale a 15% menos. A promoção vai até amanhã e vale para eletroeletrônicos e portáteis

R$ 1.500
era o preço cobrado por televisores de tela fina de 32 polegadas, de várias marcas, nas lojas do Extra até dezembro

R$ 999
é o valor cobrado pelos mesmos equipamentos durante a Liquida Eletro, o que equivale a um desconto de quase 34%. A liquidação vai até domingo e abrange apenas eletroeletrônicos

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.