De bióloga à confeiteira artesanal e empreendedora

Fabiana Santos 11/07/2020
Fabiana Santos 11/07/2020

Em 2015, havia acabado de me tornar mestre em Ecologia e Evolução e me deparei com a crise econômica instalada no nosso país. Foi então que encontrei na confeitaria artesanal a oportunidade para enfrentar a crise e gerar renda. Ao longo da graduação já vendia bolinhos caseiros para complementar a bolsa que recebia por ser aluna cotista, garantindo, assim, a conclusão dos meus estudos. Então, pensei: “Por que não investir nesse universo dos doces?” Sempre amei cozinhar e todos à minha volta sempre elogiaram os doces que produzia, então esse foi o início da Sonhos de Açúcar. Enfrentei a vergonha de estar trabalhando em algo que não tinha nada a ver com minha formação e pus as mãos na massa. Me joguei de corpo e alma e sou apaixonada pelo que faço!

Hoje, me vejo mais uma vez tenho que me reinventar diante da pandemia do novo coronavírus, pois meus principais produtos eram os bem-casados e os bolos espatulados para casamento. Com a pandemia e a impossibilidade de realizar eventos, precisei me readequar.

Para não deixar datas importantes sem comemoração, mesmo em tempos de Covid-19, lancei o Kit Festejar. O item é voltado para festinhas em casa, apenas para familiares da mesma residência, ou até mesmo para presentear. As novidades não param por aí. Vou incluir, em breve, no cardápio algumas guloseimas para adoçar o dia a dia dos clientes, como bolos de pote, bolos caseiros e donuts, com venda por aplicativo.

Empreender é sempre um desafio, então trabalho para trazer novidades e surpreender os clientes. Sou apaixonada pela arte de fazer bolos e adepta da confeitaria afetiva, que aproxima e constrói laços. Quero que minhas doçuras sejam eternizadas através da memória. Quando isso acontece, sem dúvida, é a maior recompensa do meu trabalho!

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.